Prefeitura Municipal de Feira de Santana. Confira as notícias desta terça-feira, 10 de maio de 2011

Aterro sanitário funcionando normalmente e protesto não afetou serviço de limpeza pública na cidade

O funcionamento do aterro sanitário de Feira de Santana foi normalizado na manhã desta terça-feira (10/05/2011) após o protesto de trabalhadores da empresa Sustentare Serviços Ambientais S.A. (Qualix), antiga prestadora de serviços da Prefeitura. A manifestação não afetou o serviço de limpeza pública na cidade, que foi executado normalmente desde as primeiras horas do dia.

Após duas horas de negociações o protesto foi encerrado. O secretário municipal de Serviços Públicos, Luiz Araújo, esteve no local para intermediar a situação. A principal reclamação dos agentes foi o atraso no salário do mês de abril. Muitos trabalhadores também cobram da empresa a rescisão contratual.

Em uma reunião com representantes da categoria, Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública e Privada, além do secretário Luiz Araújo, a gerência regional da Qualix garantiu que o pagamento será depositado ainda nesta terça-feira. Também ficou definida a data de uma nova reunião, quando será definida a situação das rescisões contratuais.

De acordo com o presidente do Sindicato, Rosalvo Ferreira, a situação atinge cerca de 630 funcionários ainda ligados à antiga Qualix. “Eles não estão trabalhando, devido a mudança de empresa que presta serviço à Prefeitura, mas continuam recebendo o pagamento regularmente. O fato é que alguns querem a rescisão”, aponta.

O secretário Luiz Araújo ressalta que a Prefeitura está atenta quanto ao cumprimento legal de todas as obrigações da empresa Sustentare Serviços Ambientais S.A. junto aos trabalhadores. “Nosso intuito é garantir a segurança desses trabalhadores. A empresa continua pagando, dando cestas básicas, e como o representante da empresa explicou o atraso deste mês foi um problema pontual e que já foi resolvido”, ressaltou.

Durante a reunião o secretário Luiz Araújo esclareceu para os trabalhadores que a Prefeitura não tem nenhuma pendência junto a antiga Qualix. “Existe uma decisão judicial que impede que a Prefeitura pague qualquer parcela a empresa antes que ela resolva todas as pendências junto a fornecedores e funcionários”, explicou Luiz Araújo. A Guarda Municipal garantiu a segurança no local.

Ampliação do Hospital da Mulher

O Hospital Municipal Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, está sendo reformado e ampliado para melhor atender a demanda de Feira de Santana e municípios da região. Referência na cidade na área de obstetrícia, a unidade registrou 71.894 atendimentos no primeiro trimestre deste ano.

Com uma estrutura moderna e equipe humanizada, o ambulatório da unidade de saúde já foi reformado e recebeu nova pintura nas paredes, além da troca de móveis, substituição das portas, reparos na rede elétrica e limpeza geral. Os serviços foram executados pelas equipes de manutenção da Secretaria Municipal de Saúde e da Fundação Hospitalar de Feira de Santana.

De acordo com o presidente da Fundação Hospitalar, Jair de Jesus, a falta de estrutura adequada para atender parturientes e recém-nascidos em outras unidades de saúde instaladas em Feira de Santana tem aumentado a demanda no Hospital da Mulher. Para atender esta necessidade serão criados mais 40 leitos.

“Estamos esperando que a Secretaria de Saúde disponibilize mais médicos e estudando a possibilidade de retomar a realização de cirurgias que foram suspensas em gestões passadas”, informa.

Além da instalação de novos leitos, serão adquiridos, através de licitação, novos equipamentos como berços para acolher recém-nascidos, mesas cirúrgicas e carros de anestesia.

Desenvolvendo uma política de atendimento humanizado, a instituição é referência, também, em higienização. A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar tem atuado diariamente com um quadro de mais de 70 funcionários para manter o índice zero na taxa de infecção hospitalar.

“Temos uma equipe especializada e que trabalha 24 horas para garantir a limpeza das unidades gerenciadas pela Fundação Hospitalar. Existe, ainda, um profissional qualificado e especializado para fazer a remoção e o descarte de placentas, visando garantir a segurança de pacientes e profissionais do Hospital da Mulher”, explica Jair de Jesus.

Imunização contra influenza garantida

A vacinação contra a influenza está sendo garantida também para pessoas acamadas, que integram o público alvo da campanha – adultos com mais de 60 anos, crianças a partir de seis meses e menores de dois anos, gestantes em qualquer fase gestacional, profissionais de saúde e indígenas.

De acordo com a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica (Viep), Janice Estrela, equipes volantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estão percorrendo hospitais, identificando pacientes inseridos no grupo para realizar a imunização.

“Nos bairros, onde os agentes comunitários de saúde realizam o trabalho de campo visitando residências, são identificados também moradores acamados. Os agentes comunicam as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e postos do Programa de Saúde da Família (PSF), que encaminham profissionais para aplicar a dose da vacina”, explica.

Segundo ela, a ação das equipes volantes abrange também a vacinação dos idosos internados em asilos e casas de repouso. “Queremos atingir o maior percentual possível de adesão à campanha.

Desde que foi iniciada, em 25 de abril, até o sábado passado, dia D da campanha no Município, foram imunizadas 26.370 pessoas, total que representa 42% da meta preconizada pelo Ministério da Saúde, de vacinar 62.218 pessoas”, ressalta.

Janice Estrela observa, ainda, que a campanha de vacinação prossegue até a próxima sexta-feira (13). “Estamos na última semana da campanha. As pessoas que incluem o grupo devem se dirigir a qualquer uma das 15 UBS e 83 PSF, que funcionam das 8 às 17 horas, até o dia 13. A imunização este ano é ainda mais importante porque é contra a gripe comum e a gripe H1N1”, destaca.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109707 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]