Pacto pela educação capacita educadores de 200 municípios baianos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O programa Pacto pela Educação – Todos pela Escola iniciou nesta quarta-feira (18/05/2011) a capacitação de representantes de, aproximadamente, 200 municípios para atuação como multiplicadores na formação de professores das séries iniciais. A ação objetiva garantir a qualidade do ensino nos municípios, assegurando o compromisso de alfabetizar todas as crianças até os oito anos de idade.

A capacitação, que continua até esta sexta-feira (20), faz parte do 1º Ciclo de Formação do programa da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC). O secretário Osvaldo Barreto e o coordenador-geral do Pacto pela Educação, Clóvis Caribé, estiveram presentes no evento. As atividades são coordenadas pelas especialistas em alfabetização da Universidade Federal do Ceará, Amália Simonetti e Maria Cílvia Farias.

“Este é um movimento que deve marcar a história da educação baiana. Quando falamos no Pacto, falamos da integração entre as redes e sistemas públicos de ensino, em regime de colaboração, para garantir aos nossos estudantes o direito de aprender. Queremos que a educação do nosso estado orgulhe a todos nós”, destacou o secretário.

Coordenadora pedagógica de Livramento de Nossa Senhora, Wanda Cardoso Meira disse que a proposta do Pacto atende uma demanda do município. “Temos muitas escolas na zona rural e nem sempre encontramos o profissional com o perfil adequado para a alfabetização. A capacitação dos professores nos deixa otimistas em relação à melhoria da qualidade da educação nessas áreas”. Em Livramento de Nossa Senhora, há 95 escolas municipais – incluindo seis creches –, onde se distribuem 6.265 alunos e 511 professores.

Segundo a coordenadora do ensino fundamental I, de Bom Jesus da Lapa, Márcia Rocha, “já há um compromisso no município para minimizarmos o índice de alunos não letrados. Nosso maior desafio é termos professores com o perfil de alfabetizador”. De acordo com ela, o Pacto vem atender uma necessidade local de formação de pessoal.

Também está na pauta da capacitação o debate sobre o processo de avaliação externa e a proposta do Pacto para as classes de alfabetização, além do programa de formação continuada e acompanhamento aos multiplicadores municipais e professores alfabetizadores.

Objetivo é alfabetizar crianças até os oito anos

O Pacto pela Educação, desenvolvido pelo Estado por meio da Secretaria da Educação (SEC), foi lançado no dia 28 de abril pelo governador Jaques Wagner e pelo secretário Osvaldo Barreto. O propósito é melhorar a qualidade das escolas públicas estaduais e municipais, em toda a Bahia, por meio de um regime de colaboração com os municípios e a parceria da sociedade e empresários.

O principal objetivo do Pacto é alfabetizar todas as crianças até os oito anos de idade. Nesse sentido, o governo propõe parceira com os municípios baianos para unir esforços e garantir aos estudantes o direito de aprender. Também visa fortalecer as aprendizagens prioritárias (Língua Portuguesa e Matemática) dos estudantes do ensino fundamental e médio.

A meta é a elevação dos índices de aprovação para, no mínimo, 90% nas séries iniciais, 85% nas séries finais do ensino fundamental e 80% nas séries finais do ensino médio, além de assegurar que as escolas públicas do estado alcancem, pelo menos, os padrões do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) estabelecidos pelo Ministério da Educação.

*Com informação: Sérgio Jones

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110067 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]