O Sucesso da Micareta 2011 e o Bloco Tracajá

A Rainha Madalena Braga e o Rei Nozinho.
A Rainha Madalena Braga e o Rei Nozinho.
A Rainha Madalena Braga e o Rei Nozinho.
A Rainha Madalena Braga e o Rei Nozinho.

Como sempre, o bloco Tracajá foi às ruas para embelezar a festa com suas bandinhas, personalidades do folclore da região e sem esquecer o charme da jornalista Madalena Braga e do eterno radialista Nozinho… 

Felizmente a micareta de Feira de Santana versão 2011, chegou ao seu final, segundo foi noticiado, registrando uma surpreendente redução de 48% nas ocorrências policiais em relação ao ano de 2010, e trazendo mais um fato inusitado: não houve ocorrência de homicídio em todo circuito Maneca Ferreira. Conforme informou a SSP – Secretaria de Segurança Pública – só duas pessoas foram presas por tentativa de homicídio. Fato que deve ser comemorado.

Os principais nomes do Axé baiano se fizeram presente abrilhantando a festa da Micareta mais antiga do Brasil, com seus ritmos soltos, alegres e extremamente dançantes. Animando a festa dos foliões pipoca tivemos nomes como Margareth Menezes, Chiclete, Daniela Mercury, Jamil e Uma Noite, Banda Cheiro de Amor, entre outros artistas do mesmo nível, que neste ano foram contratados pela Prefeitura do Município.

Como sempre, o bloco Tracajá foi às ruas para embelezar a festa com suas bandinhas, personalidades do folclore da região e sem esquecer o charme da jornalista Madalena Braga e do eterno radialista Nozinho, caracterizados como Rei e Rainha do bloco. Não podemos esquecer também a presença da mulher de Feira de Santana, premiando nossos olhos com sua beleza e seu fascínio.

Outro ponto muito importante do Bloco Tracajá é que não existe “nenhum” tipo de violência, possibilitando aos participantes brincar tranquilo e até levar crianças – filhos, netos – para desfilarem no Trenzinho da Cuca – personagem do Sítio do Pica Pau Amarelo que acompanha os foliões por todo o trajeto. É um bloco voltado estritamente para a alegria, para a família e para amigos. O nobre foto jornalista e idealizador do bloco, Reginaldo Pereira, está como sempre, de parabéns. Que venha 2012!

Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.