IPAC abre licitação para iluminar monumentos do Centro Histórico

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Responsável pela política pública de preservação e difusão dos bens culturais – materiais e imateriais – da Bahia, o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), abriu licitação para iluminar monumentos de relevante importância arquitetônica do Centro Histórico de Salvador (CHS). A requalificação da iluminação cênica integra o Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador elaborado pelo Escritório de Referência do Centro Antigo, instância tripartite vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

A ação é resultado de amplo convênio entre a SecultBA e o Ministério do Turismo, através da Caixa Econômica Federal envolvendo R$ 28 milhões em recursos a serem aplicados em diversas obras na Baixa dos Sapateiros e no Pelourinho, além da luz cênica. Segundo o diretor geral do IPAC, Frederico Mendonça, a publicação da licitação aconteceu último dia 25 (abril) e as propostas serão abertas próximo dia 2 de junho (2011). “Inicialmente vão ser iluminados cinco monumentos com investimento total de R$ 2,5 milhões”, diz Mendonça.

O Centro Histórico é área tombada pelo governo federal como Patrimônio Nacional através do Ministério da Cultura (MinC), e sua gestão é de responsabilidade da Prefeitura Municipal do Salvador, como determina a Constituição de 1988 e a legislação municipal em vigor. O IPAC é vinculado à SecultBA e atua em todo o Estado que detém 417 municípios, agindo com ações pontuais e complementares como essa da iluminação de monumentos. Já a iluminação pública das ruas de toda a capital baiana é uma atribuição legal da prefeitura municipal.

“Os primeiros cinco monumentos a serem iluminados serão a igreja de São Pedro que irá receber 65 luminárias, a de São Domingos que receberá 69 luminárias, a Faculdade de Medicina – a primeira do Brasil – com 87 luminárias, a Catedral Basílica 179 luminárias e a famosa igreja de São Francisco que ganhará 199 luminárias”, relata Mendonça.

A iluminação cênica é considerada uma das mais privilegiadas tecnologias para se destacar visualmente monumentos históricos e pontos turísticos de uma cidade. Segundo o eletrotécnico do IPAC, Nivaldo Barreto, a etapa lumiotécnica definiram a utilização das lâmpadas led por oferecerem maior rendimento e baixo consumo. “Já o projeto eletrotécnico consiste em definir cabos, fios e disjuntores, e será executado após a análise e liberação da Coelba”, esclarece Barreto.

Serão beneficiadas 23 importantes edificações com luz cênica. Entre elas estão as igrejas do Passo, Ordem Terceira de São Francisco, São Miguel, Santo Antônio e Saúde. A igreja do Boqueirão e a Cruz do Pascoal no bairro de Santo Antônio, o prédio do Arcebispado e o edifício da Coelba na Praça da Sé também estão na lista. Na área do Pelourinho serão iluminadas a igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, Casa do Benin, Fundação Casa de Jorge Amado, Museu da Cidade e o Centro Cultural Solar Ferrão, na Rua Gregório de Mattos. Complementam a Ordem Terceira do Carmo, o Paço do Saldanha e Plano Inclinado Gonçalves.

Essa será a segunda etapa de iluminação que o Governo do Estado da Bahia executa no CHS, já que na primeira etapa, em 2009, implantaram-se 305 luminárias em estilo caiscais – remetendo ao colonial – nas ruas do Pelourinho, com investimento de R$ 1,2 milhão. Esses lampiões têm mais durabilidade, menor custo de manutenção e projeção de luz com alcance de 25 metros que garante iluminação para todos os pontos das ruas.

“O objetivo nesta segunda etapa é privilegiar as belas linhas arquitetônicas desses monumentos, muito deles tombados como Patrimônios Nacionais pelo IPHAN/MinC, sempre incorporando sombras e texturas como elementos de composição e buscar o equilíbrio e o contrates das iluminâncias”, ressalta o diretor de Patrimônio do IPAC, Paulo Canuto. Outras informações sobre ações do IPAC estão no site www.ipac.ba.gov.br.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109923 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]