Estado e prefeitura reforçam unificação de ações para Copa 2014 em Salvador

Assinatura de termo de cooperação entre Estado e Prefeitura de Salvador para Copa 2014.
Assinatura de termo de cooperação entre Estado e Prefeitura de Salvador para Copa 2014.
Assinatura de termo de cooperação entre Estado e Prefeitura de Salvador para Copa 2014.
Assinatura de termo de cooperação entre Estado e Prefeitura de Salvador para Copa 2014.

A criação do Comitê Organizador Unificado e a instalação da Mesa de Monitoramento foram algumas das ações definidas no Termo de Cooperação assinado, na tarde desta sexta-feira (06/05/2011), entre o Governo da Bahia e a Prefeitura de Salvador, na sede da Governadoria, no Centro Administrativo (CAB). O objetivo é acelerar e acompanhar todos os trâmites relacionados à realização da Copa de 2014 no estado.

Na ocasião, o governador Jaques Wagner também recebeu das mãos do secretário estadual para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa, Ney Campello, o Plano Diretor da Copa de 2014 na Cidade de Salvador, elaborado pela Pricewaterhouse Coopers – empresa de referência internacional em auditoria e consultoria, que tem a Fifa como um dos clientes.

Desde a confirmação de Salvador como cidade-sede da Copa que o Estado tem se esforçado para cumprir todas as determinações da Fifa, disse o governador, enfatizando que “este é mais um passo dentro dessa preparação. A exemplo da Arena Fonte Nova, que já estamos construindo e é um dos passos mais importantes”.

Ney Campello explicou que boa parte das ações previstas no Plano Diretor está em curso. “É um instrumento de orientação que define as diretrizes gerais, principais objetivos e metas de integração das diversas secretarias nas ações que o Estado desenvolverá até 2014 e na sua integração com o município, o governo federal, a Fifa e o Comitê Olímpico Local (COL)”.

Itens como o estádio, segurança pública, centros oficiais de treinamento são de competência do Governo do Estado. Acessibilidade ao porto, aeroporto, iluminação pública e coleta de resíduos sólidos cabem à Prefeitura.

Conforme o secretário, o termo de cooperação que cria o Comitê Organizador Unificado “é uma estrutura única de monitoramento e acompanhamento dos eventos preparatórios para a Copa, seja em nível de obras ou na preparação do próprio evento como as estruturas temporárias, preparação de voluntários, de festas, de exibição de jogos”. Ao todo, 16 membros (8 do Estado e 8 da Prefeitura) farão parte do comitê, que será representado por representantes de secretarias sistêmicas como Saúde, Segurança, Planejamento e Casa Civil.

Benefícios

O coordenador do Escritório Municipal da Copa de 2014, em Salvador, Leonel Leal, reitera que os trabalhos desenvolvidos conjuntamente entre os entes federados darão mais celeridade, gerando benefícios a baianos e turistas. “Vamos fazer um monitoramento e acompanhamento recíprocos. De modo que quando a prefeitura tiver que realizar uma licença, isso será visto de imediato. Queremos assegurar o cumprimento das obrigações contratuais e, sobretudo, garantir um legado social e físico para Salvador”.

Ao receber o Plano Diretor, o governador elogiou a boa apresentação e a qualidade com que o conteúdo foi produzido. Sobre as obras de mobilidade urbana, que foram amplamente discutidas na quinta-feira (5), em Brasília, no Ministério das Cidades, Jaques Wagner foi enfático. “Espero que tenhamos a melhor relação custo-benefício. Como gestor, minha obrigação é encontrar o melhor modal de transporte urbano para Salvador e região metropolitana”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115123 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.