Desentendimento entre fiéis e autoridades religiosas é alvo de discurso do vereador Lulinha. Leia esta e outras notícias da CMFS

O vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM), durante pronunciamento na sessão legislativa da segunda-feira (09/05/2011), comentou matéria do Jornal Folha do Estado, publicada no último dia 6, onde a divergência entre fiéis e autoridades religiosas foi o tema central.

Segundo a matéria intitulada: “Briga de pastores continua”. A briga entre fiéis da Igreja do Evangelho Quadrangular e o pastor Pedro não para. Na manhã de ontem, em uma das unidades da igreja, foi realizada uma reunião entre o presidente nacional da ordem, pastor Valdemar Jacinto, e os pastores ligados à instituição religiosa em Feira de Santana. Na pauta não constava à divergência entre os pastores Pedro e Isídio, que também estavam presentes. Fiéis ligados a Isídio compareceram à reunião, pediram voz, mas não foram atendidos pelo presidente nacional”.
 A nota informa também que “uma fiel que preferiu não revelar o nome, temendo represálias, disparou: ‘o pastor Pedro nunca esteve presente na igreja. Agora que sabe que o valor da arrecadação de nossa igreja está em torno de seis mil reais, ele afastou o pastor Isídio e colocou em seu lugar a pastora Ana Costa, sua esposa. Depois da nossa reação, ele indicou o pastor Valmir’”.
A reportagem relata ainda que “a fiel também alega que Pedro se preocupa com a arrecadação de seis mil da igreja do pastor Isídio, ‘quando deveria estar satisfeito com os quase 70 mil reais que são arrecadados na igreja que ele dirige. Ele pode até enganar aos homens, mas a Deus ninguém engana’, pontuou”.
De acordo com o texto jornalístico, “o presidente nacional da Igreja do Evangelho Quadrangular, Valdemar Jacinto, que se afastou do tumulto ocorrido depois da reunião presidida por ele, prometeu para a próxima segunda-feira uma nota com a posição que será tomada para resolver o impasse. Alguns evangélicos insatisfeitos com a falta de desfecho imediato ameaçavam levar o caso ao Ministério Público”.
Após a leitura da referida matéria, Lulinha lamentou o ocorrido. “Lamentamos que os membros dessa Igreja Evangélica, que deveriam pregar a união e a paz, são os primeiros a se desentenderem. Quero ressaltar que conheço o pastor Isídio, ele é  morador do bairro Conceição. É uma pessoa honesta, que tem um grande laço de amizade. Isídio conseguiu transformar uma igreja pequeninha numa igreja que atualmente tem uma boa arrecadação, mas agora querem abocanhar, tomar a igreja do pastor, que tem um trabalho prestado na comunidade. É por isso que os fiéis estão se manifestando”, declarou.
Tourinho apresenta novas denúncias contra o Governo Municipal 
O vereador Roberto Tourinho (PSB), durante discurso na tribuna da Casa Legislativa, nesta terça-feira (10), voltou a disparar duras críticas contra a administração do prefeito Tarcízio Pimenta, enfatizando duas matérias publicadas ontem no blog do Velame que denunciam supostas situações de descaso em hospitais do Município.
A primeira nota, intitulada: “Hospitais vivem dias de caos (parte I)” afirma que a Fundação Inácia Pinto, que administra os Hospitais Municipais da Criança e da Mulher, em Feira de Santana, nunca foi uma referência em atendimento. Diz também que desde que o prefeito Tarcízio Pimenta (DEM), assumiu o cargo e colocou o ex-vereador Jair de Jesus pra gerir a Fundação, o número de procedimentos realizados nos hospitais despencou drasticamente.
Como exemplos de má gestão, o texto jornalístico ressalta que cirurgias ligadas à saúde da mulher, como: colpoperineoplastia, laqueadura tubária, coloproctologia e mamoplastia deixaram de ser realizados sem maiores explicações. Cita ainda problemas de falta de higiene no hospital e atraso no pagamento dos salários dos funcionários.
A segunda matéria, intitulada: “Hospitais vivem dias de caos (parte II)” salienta que, no hospital da Criança, a situação não é diferente da descrita na nota anterior. Dentre os problemas mencionados: teto desabando, banheiros sem funcionar, enfermarias desativadas devido à falta de manutenção, infiltração nas paredes, risco de infecção na UTI Neonatal, equipamentos quebrados, macas e berços em péssimo estado de conservação. De acordo com a nota, já chegou a faltar papel e sabão na maternidade, o que impediu médicos e enfermeiras de trabalharem por um final de semana.
O jornalista concluiu seu texto com a seguinte declaração: “o mais intrigante – e revoltante – é que o orçamento do Hospital dobrou nos últimos dois anos. Inexplicavelmente, na mesma proporção, o atendimento piorou. E muito. Esse dinheiro não desceu pelos ralos entupidos do hospital. Então, onde está?”.
Após a leitura das referidas matérias, o vereador Roberto Tourinho disse que “estão metendo a mão de forma deslavada. Pois é, essa turma, se não tomar cuidado, vai levar a Prefeitura nas costas. Graças a Deus esse governo já está no final. A cada dia que se passa o povo de Feira de Santana conta: é menos um dia de desgoverno, é menos um dia de roubalheira”, afirmou o oposicionista.
Na oportunidade, o vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM) recomendou ao presidente da Casa da Cidadania, Antônio Francisco Neto – Ribeiro (DEM), a visita da Comissão de Saúde da Câmara aos hospitais municipais para que esta constate se realmente há veracidade nas denúncias apresentadas. Em seguida, o presidente da referida Comissão, vereador Ailton Araújo Rios – Mô (PSDB), disse que vem acompanhando os fatos nos meios de comunicação. Ele informou que a visita nos Hospitais Municipais da Mulher e da Criança já tem data marcada.
Frei Cal chama atenção para o problema de entulhos em terrenos baldios 
O vereador Carlos Alberto da Rocha – Frei Cal (PMDB) durante pronunciamento na Casa Legislativa, cobrou mais fiscalização por parte dos órgãos competentes, no que tange ao problema da destinação irregular de entulhos em Feira de Santana. O edil disse que, recentemente, leu uma nota jornalística informando que o prefeito Tarcízio Pimenta flagrou homens jogando entulho em terreno baldio. “Isso para mim não é nenhuma novidade, visto que nós andamos pela cidade, de ponta a ponta, e o que mais encontramos é exatamente esta situação”, afirmou.
Frei Cal relatou que, na semana passada, fez uma ligação ao secretário municipal de Serviços Públicos, Luiz Araújo, informando sobre uma grande quantidade de entulho que, segundo ele, se encontrava há mais de 15 dias numa rua do centro da cidade, no fundo da rua Barão do Cotegipe.
Sobre esse caso, o legislador afirmou que o secretário tomou providências. “lógico que tem a situação do povo, que infelizmente não tem a consciência que deve zelar e cuidar da cidade, mas o poder público precisa ser muito mais rígido, no tocante a fiscalização”, observa.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110063 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]