Deputados consideram expansão da Bahiagás imprescindível para descentralização da economia

Representante da Petrobras, João Batista, Maria del Carmem (PT), Cláudia Oliveira (PT do B), Davidson Magalhães, Ângela Sousa (PSC), Ivana Bastos (PMDB) e Augusto Castro (PSDB).
Representante da Petrobras, João Batista, Maria del Carmem (PT), Cláudia Oliveira (PT do B), Davidson Magalhães, Ângela Sousa (PSC), Ivana Bastos (PMDB) e Augusto Castro (PSDB).
Representante da Petrobras, João Batista, Maria del Carmem (PT), Cláudia Oliveira (PT do B), Davidson Magalhães, Ângela Sousa (PSC), Ivana Bastos (PMDB) e Augusto Castro (PSDB).
Representante da Petrobras, João Batista, Maria del Carmem (PT), Cláudia Oliveira (PT do B), Davidson Magalhães, Ângela Sousa (PSC), Ivana Bastos (PMDB) e Augusto Castro (PSDB).

A interiorização do gás natural e sua importância para a descentralização da economia baiana foram destacadas pelos deputados estaduais presentes à reunião da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, hoje (17/05/2011) pela manhã, na Assembléia Legislativa da Bahia. Um panorama do setor foi apresentado, a convite da comissão, pelo diretor presidente da Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) Davidson Magalhães e pelo representante da Petrobras, o geólogo João Batista.

A expansão da Bahiagás para o sul e extremo sul do estado foi considerada pelos deputados presentes como um importante fator de desenvolvimento para a região, aliada à construção da ferrovia Oeste-Leste e ao Porto Sul. Para a presidente da Comissão, a deputada Ângela Sousa (PSC), o gás natural é uma ferramenta para o desenvolvimento. “O sul do estado ficou muito tempo preso à monocultura e agora tem conquistado grandes avanços. O gás natural vai ajudar nesse processo ao atrair ainda mais indústrias para a região”, destacou.

O diretor presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, ressaltou que a interiorização do gás natural é uma das principais metas da empresa em 2011. A expectativa é que a rede de distribuição – que já é maior do Nordeste, com 609 km – chegue a 665 km até o final deste ano, num investimento de aproximadamente R$ 60 milhões. A empresa, que já está presente em 17 municípios baianos, deve chegar a 45 nos próximos três anos.

“A interiorização do fornecimento de gás natural permite a desconcentração da indústria. Estamos seguindo também a linha estratégica da Ferrovia Oeste-Leste e pretendemos ao final de quatro anos estar presente nos municípios que serão cortados pela linha férrea”, adiantou.

A reunião contou com a presença dos membros da comissão; Claudia Oliveira (PT do B) que ocupa a vice-presidência, Cacá Leão (PP), Ivana Bastos (PMDB), Augusto Castro (PSDB) e Maria del Carmem (PT), assim como os suplentes Adolfo Viana (PSDB), Luiz Augusto (PP) e Zé Raimundo (PT). Também participaram do encontro os deputados Álvaro Gomes (PCdoB), Kelly Magalhães (PCdoB), Adolfo Menezes (PSDB) e Yulo Oiticica (PT).

Álvaro Gomes (PC do B) destacou o avanço da Bahiagás nos últimos quatro anos e seu posicionamento no mercado. “A empresa saiu do ostracismo e conquistou, além de mercado, uma posição de destaque nacional. O gás natural é um energético importante do ponto vista de econômico e ambiental e só agora tem conquistado a merecida valorização na Bahia”. A opinião foi compartilhada por Cacá Leão (PP), que elogiou a gestão de Davidson Magalhães e o projeto de expansão da empresa. “Fico feliz em ver que a região oeste está incluída nos planos de interiorização e que logo contaremos com o GN”, comemorou.

A deputada Cláudia Oliveira (PT do B) também ressaltou a importância da interiorização do gás natural e sua satisfação ao saber que o município de Guanambi e região vão contar com abastecimento nos próximos anos. “Para nós, a chegada do gás natural é importante porque sabemos que isso facilita a atração da indústria”. Para a deputada Ivana Bastos (PMDB), a ampliação da oferta do energético e da Ferrovia Oeste-Leste vão transformar o interior do estado.

O deputado Augusto Castro (PSDB) ressaltou o crescimento do uso do gás natural no setor residencial. “Além da indústria, a Bahiagás tem chegado à casa dos baianos como um energético mais barato. Esse é um avanço que nós temos percebido e que nos agrada”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112560 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]