Eestou preparado para viver sem benesses do Governo Wagner, diz deputado Carlos Geilson

Deputado Carlos Geilson declara oposição ao governo Wagner.
Deputado Carlos Geilson declara oposição ao governo Wagner.

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) afirmou hoje estar preparado a viver os quatro anos do mandato parlamentar, sem as benesses do governo. “Dizem que, aqui, a Oposição é tratada a pão e água. Eu vim preparado a viver aqui como um camelo no deserto, um animal que consegue viver com pouca água. Aviso aos deputados do governo que podem ficar tranquilos. Não os incomodarei. Não tirarei o espaço nesse ônibus. Vossas excelências podem viajar tranquilamente, porque estou bem na minha posição”, afirmou.

Parlamentar protesta contra espaço dado a homofóbico pela imprensa

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN), protestou hoje contra o espaço destinado pela imprensa ao deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) e suas questões homofóbicas, racistas e reacionário. “É um político que esta curtindo com essa notoriedade. E setores da mídia e da sociedade tem criado na figura dele, um herói anti-gay. A ponto de dizer que, se as eleições fossem hoje, ele teria 500 mil votos. E ele foi eleito com 120 mil votos. Porque essa virada? Estão colocando esse deputado do baixo clero como uma figura de destaque contra os avanços que estamos vivenciando nesta nova sociedade”, enfatizou.

Carlos Geilson reproduziu artigo do jornalista Edson Borges (www.farinhanosaco.com.br) no texto Furor desenfreado que afirma que Jair Bolsonaro tem apenas 56 anos de idade e está cumprindo o sexto mandato de deputado federal. Além disso, ele tem um filho vereador e outro deputado estadual, no Rio de Janeiro. “Logo, é líder de uma família muito bem sucedida na política-partidária”, relatou Geilson.

De acordo com o texto, “Bolsonaro vai ser bem mais vitorioso nas próximas eleições, justamente porque tem expressado energicamente sua homofobia e sua natureza racista. É, porque boa parte dos brasileiros é homofóbica e racista. Só não tem coragem de assumir, até porque racismo é considerado crime. Jair Bolsonaro também está fadado a fazer cada vez mais sucesso como político porque os que o combatem o fazem somente com a emoção, com a mesma raiva e com o mesmo ódio que o deputado diz ter dos gays e dos pretos. Alguém aí sabe que o deputado é integrante da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, na Câmara Federal? Pois é, mas ele sapateia até na emoção da grande imprensa aparecendo como homofóbico! A imprensa que deveria também estar cobrando do deputado ações no que ele se propôs a fazer no Legislativo! Bolsonaro é o político mais falado no Brasil todo, porque sabe como usar o furor coletivo desembestado!”.

Este é um artigo pra ser interpretado numa sociedade que coloca esse deputado reacionário, dando-lhe destaque e a mídia toda capitaliza, enquanto ele tira proveito da situação, porque sabe que a sociedade é conservadora. Acredito que deveria ter um contra argumento e não se dar apenas destaque ao direcionamento que Bolsonaro dá ao mandato dele. Há uma posição equivocada da mídia, realçando um reacionário. E as próximas eleições vão comprovar o que estou afirmando”, concluiu.

Judiciário vai tirar dúvidas do projeto dos cartórios

Com o crescimento das adesões às cobranças do deputado Carlos Geilson (PTN) acerca da votação do projeto de privatização dos cartórios, enviado para a Assembleia Legislativa pelo Judiciário, o líder do governo, deputado Zé Neto (PT), informou hoje que já está agendando com a presidente do TJ desembargadora Telma Brito uma reunião com os líderes e vice líderes das bancadas para que os parlamentares possa tirar dúvidas acerca da matéria. “Logo após, pretendemos votar esse projeto, se possível ainda neste mês de maio”, garantiu o líder governista.

Antes, porém, o deputado Cacá Leão (PP) havia dado apoio às cobranças de Geilson, afirmando que a situação dos cartórios no município de Lauro de Freitas é grave, com filas enormes e atendimento precário. Por sua vez, o deputado Carlos Geilson voltou a cobrar a apreciação da matéria reafirmando que a população não pode mais pagar o preço dos cartórios estarem obsoletos.

Carlos Geilson cobra conclusão do metrô de Salvador

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) afirmou hoje que Salvador sofre com sérios problemas de mobilidade urbana enquanto tem um metrô cuja obra se arrasta há 12 anos, sem previsão de conclusão. “Já se promete a conclusão dos trabalhos para 2012. E é uma obra de apenas seis quilômetros. Foram 14 quilômetros projetados no início dos trabalho, mas o percurso foi encurtando e o custo da obra, aumentando. Onde foi parar tanto dinheiro? É querer levar o cidadão na brincadeira. A construção desse metrô já virou pilhéria. Nestes doze anos de obra, muitos outros metrôs foram construídos e o de Salvador, nada. Agora, só teremos metrô no final do governo de João Henrique, quiçá”, disse Geilson.

De acordo com o deputado, enquanto isso, o governo letárgico de Jaques Wagner não faz nada em benefício da cidade. “O governo só sabe cooptar partidos e deputados. Não me incluo na relação de deputados que querem subir nesse ônibus do governo e esquece da administração. Temos problemas estruturais nesse estado. Salvador tem problemas graves. No interior, se o prefeito não colocar gasolina, as viaturas não andam. Mata de São joão é um exemplo. As duas praças principais foram tomadas pelo crack e a cidade de 42 mil habitantes, tem apenas um delegado e dois agentes. Esse é o retrato da Segurança Pública e da Bahia. Enquanto isso o governador viaja para a Europa, sem se preocupar com o Estado. Ele está tranquilo. Ele tem maioria nesta Casa, por isso essa tranquilidade. E os deputados ainda batem no peito para dizer que estão na base, sem ter o que oferecer ao seu eleitor, ao seu prefeito, as suas bases”, concluiu.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111084 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]com.br.