Comércio varejista baiano registra variação positiva em março

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Em março deste ano, o comércio varejista da Bahia apresentou expansão de 2,9% no volume de vendas em relação ao mesmo mês de 2010. Na comparação, com ajuste sazonal, do período fevereiro/janeiro deste ano, a variação foi positiva em 1,2%. Esses dados foram apurados pela Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), realizada em âmbito nacional pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e divulgados, em parceria, pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) – autarquia da Secretaria do Planejamento (Seplan).

Após registrar crescimento significativo em 2010, o comércio varejista baiano iniciou 2011 com as vendas aquecidas. Apesar de o Carnaval ter ocorrido no mês de março, a taxa obtida para o comércio varejista não foi expressiva o bastante para dar sequência à linha tendencial de alta que vinha se apresentando no decorrer de 2010 e nos dois primeiros meses deste ano, situando-se em um patamar inferior à variação do volume de vendas registrada em fevereiro, momento em que o varejo apresentou um crescimento de 11,5%.

As variações positivas registradas nos últimos 12 meses (abril de 2010 a março deste ano) levaram o comércio baiano a uma expansão de 8,5%, ao passo que no acumulado do primeiro trimestre deste ano a variação do volume de vendas ficou em 7,2%.

Em que pese o resultado apresentado pelo comércio varejista em março deste ano, a boa performance apresentada nos dois primeiros meses credencia o setor a apresentar melhores performances, de forma que as expectativas sejam positivas para que mantenha o desempenho favorável nos próximos meses, cuja trajetória do comércio continuará a ser beneficiada pelas transferências governamentais, pelo crescimento da massa salarial real, por uma expansão moderada do crédito e pela confiança dos consumidores.

Entre os segmentos que tiveram maior participação positiva, o de móveis e eletrodomésticos foi o que apresentou a variação mais expressiva de desempenho das vendas (16,2%). Em outros recortes temporais, o desempenho desse segmento é bastante satisfatório, porque no acumulado dos últimos 12 meses contabiliza um crescimento de 22,4% (no acumulado do ano, a variação apresentou uma expansão de 25,7% no volume de vendas).

Em contrapartida ao segmento de móveis e eletrodomésticos, o ramo de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação teve uma variação negativa no volume de vendas (-23,1%) e no acumulado dos últimos 12 meses apresentou um movimento negativo (-0,6%), enquanto que no acumulado do ano registrou nova variação negativa de -19%.

Desaquecimento do setor de veículos

Segundo o coordenador de Pesquisas Sociais da SEI, Armando Castro, o resultado da pesquisa não foi mais positivo, em especial, por conta do desaquecimento em relação a março de 2010 do setor de veículos, cuja queda foi de 22,9%, “sendo que o peso do setor é relevante no comércio varejista”. Ele explicou a queda deste segmento registrada em março deste ano. “Isso ocorreu por conta de um efeito-base, pois março de 2010 foi o último mês de renúncia fiscal para o setor, o que fez com que a ampliação de vendas naquele mês atingisse 36,6%. No entanto, as expectativas para o segmento são positivas”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108786 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]