Campeão Baiano de 2011 demonstra que determinação e talento são essenciais e que tradição conta pouco; Bahia de Feira venceu o Vitória por 2 a 1

Bahia de Feira ao vencer por 2x1 o Vitória.
Bahia de Feira ao vencer por 2x1 o Vitória.

O jogo de ontem (15/05/2011), ocorrido no Estádio Barradão (Manoel Barradas) em Salvador, disputado pelo Vitória contra o Bahia de Feira, com resultado de 2×1 favorável ao time de Feira de Santana, quebra a monótona hegemonia do campeonato baiano. Onde de forma alternada, eram campeões o Vitória e o Bahia, ambos times de Salvador.

Com jogo elegante toques rápidos e partindo de encontro ao adversário, o Bahia de Feira demonstra que determinação e talento são essências para se conquistar a vitória, no caso especifico o Campeonato Baiano de 2011.

A tradição e experiência do Vitória contaram pouco na final, e até mesmo a vantagem de ganharem através do empate não fez diferença. O Bahia de Feira traz uma mensagem para o futebol baiano: Não existem times superiores. Outra mensagem, é que o futebol também pode ser desenvolvido no interior. E que Feira de Santana, segunda cidade em população do estado da Bahia, volta a ser destaque nacional por algo positivo, o esporte.

Jodilton Souza idealizou o Bahia de Feira, apaixonado por esporte, jogou durante muitos anos futebol de salão no Clube de Campo Cajueiro. A final do jogo Vitória x Bahia de Feira me lembrou um pouco o estilo que ele tinha nas quadras, toques rápidos e precisos, partido em direção ao gol.

O time é dirigido pelo filho de Jodilton, Tiago Souza. Ele soube manter a motivação, dividindo os prêmios da final do campeonato. Foram distribuídos entre os jogadores R$ 80 mil por terem chegado a final, e mais R$ 100 mil por vencerem o campeonato.

Ficha Técnica

Vitória 1 X 2 Bahia de FeiraViáfara; Nino, Alison, Renié, Eduardo Neto (Leo); Uelliton, Esdras, Mineiro; Elkeson , Geovanni (Neto Baiano) e Nikão (Rildo)

Jair; Edson, Paulo Paraíba, Alex Alagoano, Alysso; Lau, Diones, Rogério, Bruninho; Carlinhos e João Neto

Técnico: Antônio Lopes

Técnico: Arnaldo Lira

Gols:  Geovanni aos 15 (Vitória); Alysson aos 45 do primeiro tempo (Bahia de Feira) e João Neto aos 21 do segundo tempo (Bahia de Feira)

Cartões amarelos: Bruninho, do Bahia de Feira; Nino, Alison, Leo, Uelliton, do Vitória
Cartão vermelho: Douglas (V)

Local: Estádio Manoel Barradas. Data: 15/05/2011. Árbitro: Cléber Abade (SP). Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Erick Bandeira (PE).

Renato Piada no Centro de Cultura Amélio Amorim em Feira de Santana, na noite de ontem (15/05/2011), comenta sobre o resultado do jogo: “Se não vai de original. Tem o genérico. Dá-lhe Bahia de Feira!”, o público aplaudiu.

Comentário de Renato Piada

Deputada estadual e primeira da Feira de Santana, Graça Pimenta parabeniza Bahia de Feira

O Bahia de Feira é campeão baiano de 2011. O time venceu o Vitória por 2 a 1 num jogo que aconteceu neste domingo (15), no Barradão, em Salvador. Por conta desse título, a deputada estadual Graça Pimenta (PR) vai dar entrada em moção na Assembleia Legislativa da Bahia (AL) nesta segunda-feira (16).

“É muito importante para Feira de Santana ter um time campeão baiano. O Bahia de Feira jogou muito bem e ganhou o título inédito, garantindo vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D, este ano, e para a Copa do Brasil, em 2012. Só temos que parabenizar e comemorar”, declarou a deputada Graça Pimenta.

O título de campeão baiano volta para Feira de Santana após 42 anos, pois a última vez que a segunda maior cidade baiana conquistou o troféu foi em 1969, com o Fluminense de Feira.

 Graça Pimenta homenageia Bahia de Feira com Moção

O Bahia de Feira fez a torcida vibrar com a conquista do título inédito de campeão no Campeonato Baiano de Futebol 2011, ocorrida no domingo (15). Como forma de agradecer a alegria proporcionada pelo time feirense, a deputada estadual Graça Pimenta (PR) homenageou o clube através de moção de congratulações apresentada na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (16).

“O título conquistado pelo Bahia de Feira é apenas uma das primeiras conquistas do ‘Tremendão’, pois, como diz o hino do time, ‘Conquistas serão mais de mil’”, declarou a parlamentar.

 Na emoção, a deputada Graça Pimenta citou fatos importantes da trajetória do clube. A história do Bahia de Feira começou no dia 2 de julho de 1937. No início, o clube se chamava apenas Associação Desportiva

Bahia.

 Em 1967 o termo “de Feira” foi acrescentado ao nome do time, designando a origem do clube, cuja sede está localizada em Feira de Santana, município que fica a cerca de 110 quilômetros de Salvador. O clube é carinhosamente conhecido como “Tremendão”.

Durante anos o Bahia de Feira esteve fora de atividade. Em 2009 o clube voltou a atuar nos campos e se destacou na segunda divisão do Campeonato Baiano pela sua ótima campanha. Em seguida, a equipe participou de outras competições e pôde mostrar seu profissionalismo.

A final do campeonato foi realizada no Estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador. O “Tremendão” entrou em campo às 16 horas como um raio, seu mascote, e venceu o Esporte Clube Vitória, cujo mascote é um leão, por 2 a 1.

Com a conquista, o Bahia de Feira garantiu vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D deste ano e para a Copa do Brasil de 2012. A deputada Graça Pimenta solicitou que a AL dê ciência da moção aos seguintes membros do Bahia de Feira: Thiago Santana Oliveira Souza, presidente; Jodilton Oliveira Souza, presidente do Conselho Deliberativo; e Arnaldo Lira, técnico. 

Deputado estadual Carlos Geilson comemora vitória do Bahia de Feira 

“Foi a vitória da organização, do planejamento, de quem acredita que é possível vencer, apesar das dificuldades encontradas ao longo do caminho”. Assim o deputado estadual Carlos Geilson (PTN) define a conquista do Bahia de Feira neste domingo (15).

Por dois a um, de virada, o Tremendão venceu o Campeonato Baiano sobre o Vitória, em partida no Barradão, e deu para a torcida feirense a alegria de um importante título, após 42 anos de espera.

“É um título que resgata a auto estima dos futebolistas feirenses de modo geral. Apesar de ser torcedor do Vitória, torci pelo Bahia de Feira, porque nessas horas o amor pela minha terra e a vontade de ver a festa feirense valem mais”, acrescentou o deputado.

E haja festa! A vitória foi comemorada nos quatro cantos da cidade. Fogos, carreatas nas principais ruas e avenidas e até mesmo anúncio da vitória durante a missa das 17 horas, na Igreja dos Capuchinhos, seguido por calorosos aplausos dos fiéis. O deputado Carlos Geilson festejou o placar com centenas de outros feirenses no Buteko do Samba, ao som da banda audácia Pura.

Zé Neto aplaude Bahia de Feira pela conquista do título de Campeão 

Campeão mostrou, no momento da decisão, que sempre esteve pronto para disputar o título, com um time bem montado, que não perdeu um jogo em casa

O deputado estadual Zé Neto, líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), propôs nesta segunda-feira (16) a inserção, na Ata dos Trabalhos da Casa das Leis, da moção de aplausos pela vitória do time Bahia de Feira, que conquistou o título do Campeão Baiano, contra o Vitória, no jogo realizado no domingo (dia 15).

Com a conquista do Tremendão, o título de campeão baiano volta para Feira de Santana após 42 anos. A última vez que a segunda maior cidade baiana havia conquistado o troféu foi em 1969, com o Fluminense de Feira.

O campeão mostrou, no momento da decisão, que sempre esteve pronto para disputar o título, com um time bem montado pelo técnico Arnaldo Lira, mantido no cargo desde o Torneio Início, que não perdeu um jogo em casa, no seu mando de campo, no Estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana.

Detentor da melhor campanha da primeira fase da competição, o Bahia de Feira teve um planejamento digno de reconhecimento, fruto do planejamento econômico e de equipe, que se mostrou coesa desde o início da competição.

De acordo com Zé Neto, o trabalho realizado por Jodilton Souza, presidente do Conselho Deliberativo do Time, também foi crucial para o bom desempenho do clube.

“Não podemos deixar de ressaltar o empreendedorismo do meu professor Jodilton Souza, que bom em matemática soube fazer a equação do planejamento, sempre tendo o resultado exato: o sucesso. Foi assim na colégio Nobre, foi assim na Estação da Música e tem sido assim na FAN (Faculdade Nobre). E junto com seu filho Tiago Souza, atual presidente do Bahia de Feira, trouxe à nossa Princesinha, uma alegria e um brio, que há muito nos faltava. Que Deus permaneça tocando a ele e a sua família; e possa fazer com que seus empreendimentos tragam a força da humildade, e a sutileza do planejamento. Que não lhes falte saúde, na boa caminhada que há tanto tem trazido o bem, a alegria e a realização”, afirmou o deputado.

O Time que entrou em campo ontem representando o “Tremendão” foi composto pelos seguintes jogadores: Jair , Edson, Paulo Paraíba, Alex Alagoano, Alysson, Lau, Diones, Rogério, Bruninho; Carlinhos e João Neto.

O título foi conquistado por gols realizados por Alysson, aos 45 minutos do primeiro tempo, e João Neto, aos 21 minutos do segundo tempo.

Confira vídeo

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9368 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).