Vereador Ângelo diz que Feira deve debater fechamento de bares à meia-noite. Leia esta e outras notícias da CMFS

Angelo Mario Cerqueira de Almeida (Angelo Almeida).
Angelo Mario Cerqueira de Almeida (Angelo Almeida).
Angelo Mario Cerqueira de Almeida (Angelo Almeida).
Angelo Mario Cerqueira de Almeida (Angelo Almeida).

O vereador Ângelo Almeida (PT) comentou, na sessão desta terça-feira (26/04/2011) sobre a diminuição dos assassinatos durante o fim de semana prolongado causado pelo feriadão da semana passada (Sexta-Feira Santa e Tiradentes). Ele disse que, em Feira de Santana, certamente a lei municipal que proíbe a venda de bebida alcoólica nos bares e restaurantes contribui para a redução dos índices.

Ângelo lembrou que na capital baiana também ocorreu uma redução desse tipo de crime, no período. “Na verdade, em toda a região metropolitana de Salvador, como ocorreu aqui em Feira, houve redução significativa, da ordem de 34%, da taxa de homicídios durante a quinta-feira e a Sexta-Feira Santa”, afirmou.

O petista declarou que louva a lei municipal que proíbe a venda de bebida alcoólica nos bares e restaurantes. “De fato, a medida deve ter contribuído”, disse Angelo, cumprimentando o vereador Luiz Augusto – Lulinha (DEM), autor do projeto que criou a lei.

Segundo o edil, tramita em Vitória da Conquista um projeto de lei que determina o fechamento dos bares da cidade à meia-noite, como forma de diminuir a violência naquela cidade do Sudoeste do Estado. “Acho que é um bom debate, que pode ser feito também na nossa cidade, a partir do êxito da lei que vale para a Sexta-Feira da Paixão”, sugere.

Vereadores lamentam morte do radialista e profissional de educação física Carlos César

O vereador Carlos Alberto Costa Rocha, o Frei Cal (PMDB), lamentou, na sessão desta terça-feira (26) da Câmara Municipal, a morte do radialista e professor de educação física Carlos César. O jovem comentarista esportivo, que atuou em várias emissoras de Feira de Santana, também foi treinador das categorias de base do Fluminense de Feira e instrutor de academias locais.

Carlos César estava doente havia alguns anos. Ele lutava contra um câncer, mas acabou falecendo na madrugada desta terça-feira. O corpo está sendo velado na capela do Hospital Dom Pedro de Alcântara e será sepultado às 16 horas.

“Se tratava de um profissional bastante querido de todos os radialistas da cidade. Conheci Carlos Cesar ainda como comentarista da Rádio Sociedade, quando fui diretor daquela emissora e tive a oportunidade de conferir a qualidade do trabalho dele”, disse o vereador Frei Cal.

O vereador Ailton Rios, o Ailton Mô (PSDB), também fez referência ao radialista e desportista Carlos César. “Era uma ótima pessoa e que conhecia bastante do esporte. Fazia importante trabalho, principalmente com os mais jovens”, disse.

Maurício apela à imprensa por reforço à conscientização do feirense sobre combate à dengue

O vereador Maurício Carvalho fez um apelo na sessão desta segunda-feira (26) da Câmara Municipal, para que a imprensa reforce o seu trabalho de conscientização da população de Feira de Santana para o combate a proliferação do aedes aegipty, mosquito transmissor da dengue.

Ele informou ao vereador Angelo Almeida que a Prefeitura instituiu o Comitê Gestor Municipal, que atua nas ações preventivas contra o avanço da dengue. O 35º Batalhão de Infantaria é uma das instituições que integra o grupo de trabalho. Segundo o vereador, é fundamental a participação da imprensa em alertar a população para os riscos e as formas de prevenção para combater a proliferação do mosquito aedes aegipty:

“Aqueles que fazem com que milhares de pessoas recebam as informações, especialmente no rádio e televisão, têm esse compromisso com a sociedade. Não adianta apenas haver um Comitê Gestor e a ação de órgãos governamentais. É preciso a colaboração de entidades não governamentais e principalmente da imprensa, que deve reiterar à exaustão as campanhas preventivas”.

“Turistas” da capital estão causando transtornos a moradores das imediações do Circuito Maneca Ferreira

Moradores da rua Honorato Bonfim, no bairro Brasília, enfrentaram sérios problemas com indivíduos procedentes de Salvador que estão chegando à cidade a pretexto de curtir ou trabalhar na Micareta. O relato foi feito pelo vereador Marialvo Barreto (PT), que mora próximo do local onde ocorreram os incidentes.

Segundo ele, a “primeira leva” de turistas que chega à cidade requer cuidados das autoridades. “Esses indivíduos dizem que estão na cidade para catar latinhas. Se instalam na área do Circuito Maneca Ferreira e acabam criando problemas e até riscos para a integridade das pessoas. Foi um inferno na rua Honorato Bonfim. Um deles ‘pirou’ e saiu quebrando tudo o que encontrava pela frente”, disse.

Uma senhora, que vive sozinha em sua residência, viveu um drama. “O sujeito gritava que iria se matar ou que alguém iria matá-lo. Completamente transtornado, quebrava a grade das residências que encontrava. Foi necessário acionar a polícia. Não é essa qualidade de turista que estamos esperando para Feira”.

Ele salientou que o episódio ocorreu em frente à sua casa. “O cara entrou em transe, totalmente, saiu rua abaixo quebrando tudo”. O tumulto causado pelos desconhecidos durou algumas horas, entre 1h30min e 5 horas da madrugada de hoje. Dois travestis, que também vieram de Salvador, estariam igualmente criando problemas para moradores das imediações do circuito. “Esse grupo está habitando o circuito da festa. As autoridades não adotaram as medidas necessárias, um acompanhamento dessas pessoas”.

Programação incompleta do Espaço Quilombola confunde o público, adverte Tourinho

A programação do Espaço Quilombola, reservado para apresentação de grupos musicais e artistas da cultura afro-descendente, na Micareta de Feira de Santana, está incompleta e em vez de informar, deve confundir o público que gostaria de assistir a esses shows, a partir de quinta-feira, data da abertura oficial do evento.

A advertência está sendo feita pelo vereador Roberto Tourinho (PSB). Em discurso na tribuna da Casa da Cidadania, ele criticou, na sessão desta segunda-feira (26), a forma como a programação está divulgada no site da Secretaria Municipal de Comunicação. A grade do circuito Maneca Ferreira, onde desfilam os blocos, está completa, com dia e horário.

No entanto, a programação do Espaço Quilombola não consta dia e horário específico de cada apresentação. Há, apenas, a lista das atrações contratadas. “Vai ser uma confusão geral”, declarou Tourinho.

Graça Pimenta

Já o vereador Marialvo Barreto (PT) se diz surpreso com o nome da deputada estadual Graça Pimenta no abadá de um bloco afro que vai desfilar na Micareta. “Sempre contribui com esses blocos e nunca pedi para botar o meu nome no abadá por isso”, protestou. Em sua opinião, a entidade que recebe recursos do projeto Ouro Negro e coloca o nome de político não está agindo corretamente.

David Neto defende fechamento do comércio a partir da quinta-feira de Micareta

O vereador David Neto (PMN) anunciou, em discurso na sessão desta terça-feira (26) da Câmara Municipal, a apresentação de um projeto de lei em que estará propondo o fechamento do comércio de Feira de Santana no período da Micareta. Ele é contra a abertura das lojas enquanto a festa é realizada, entendendo que isto prejudica a participação dos comerciários no evento.

De acordo com a proposta, o objetivo é impedir a abertura do comércio a partir das 14 horas da quinta-feira, quando acontece a abertura oficial da Micareta. A reabertura deve acontecer na segunda-feira. “Não se faz festa com o comércio aberto”, afirma o vereador, salientando que atende a reivindicações dos comerciários.

Em aparte, o vereador Roque Pereira (PT do B) disse que concorda com a proposta do colega e já antecipou que votará favorável à sua aprovação. Para Roque, o que está equivocado é o fechamento do comércio e de repartições públicas locais no período do Carnaval em Salvador. “Isto é que não tem nada a ver”, protestou.

O vereador Justiniano França (DEM) lembrou que, quanto ao fechamento do comércio feirense na segunda-feira de Carnaval isto é resultado de um acordo entre o Sindicato dos Comerciários e a classe patronal. “O acordo prevê que os comerciários folguem na segunda-feira de Carnaval e trabalham no Dia do Comerciário”.

Para o vereador Marialvo Barreto (PT), o acordo é prejudicial aos comerciários e não deve ser reeditado nas negociações salariais do próximo ano.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110959 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]