Próximo a ser candidato a Santo vai ser o Lula; Benjamim; Eike; Sarney??? | Por Antônio Viegas Malheiros

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Estou impressionado com a desproporcionalidade, o exagero, a estupidez, a babação de ovo, o “non sense”, a desinteligência, que tem sido o episódio da morte do Sr. José Alencar, aquele senhor simpático. A começar pela imprensa.

Que os generalistas da imprensa tem pouca profundidade é sabido. Mas se superaram! E como sou dotado de superego, autocrítica, etc. (assim espero!), tenho medo de estar completamente errado na minha indignação.

Afinal, esse senhor simpático sofreu muito. Assim como muitos outros. Só que o câncer dele virou “marketing”, o dos outros apenas dor e desamparo. Suas exéquias estão sendo de herói nacional!!!

Manchete: “Morte de José Alencar comove a nação!”. Por que? O que ele fez pela nação? Pegou dinheiro subsidiado da SUDENE, montou uma porção de fábricas, sem pagar juros, imposto ou salários dignos (claro, pois o pessoal da área da SUDENE sempre foi mal remunerado, por definição) e ficou rico.

Fez uma casa em Sta Catarina em área ambiental e mandou fazer uma estrada até ela com dinheiro público. Depois de rico, meteu-se em política, no partido mais comercial do Brasil (o PMDB), comprou um tanto de gente, candidatou a isso, a aquilo, ganhou uma, virou vice de Lula, mudou de partido (um bem ideológico e combativo, controlado por pastores evan- gélicos…) e ficou oito anos falando que os juros estavam altos. E só.

Acabou

O falecido herói recusou-se a fazer um DNA, para provar ou não a paternidade de uma suposta filha, porque a mãe dela seria prostituta. E daí? A questão nunca foi se a mãe era ou não prostituta, mas se a filha era ou não dele! Usando e abusando do poder, para se esquivar da obrigação legal (inclusive contando com o providencial veto de Lula a um dispositivo legal que o prejudicaria no processo), deixou a coisa inconclusa. Que se dane! Mas a discussão mudou.

Pergunta-se, agora, não se a suposta filha de José Alencar seria, ou não, filha da p….

A dúvida presente é se o filho da p… não seria o próprio José Alencar! Se ele não tivesse tratamento”vip” pago com dinheiro público, 27 cirurgias, centenas de horas na caríssima UTI, médicos professores e remédios vindo diretamente dos Estados Unidos para ele, repito, tudo pago com dinheiro público, enquanto centenas e centenas de portadores da doença esperam meses nas filas do SUS para conseguir até consultas e morrem, ele já teria ido catar coquinho dentro do muro há muito tempo.

Ora, tenham dó!

*Com informação: [email protected]

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108727 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]