Presidente do Democratas na Bahia, José Carlos Aleluia, sugere que Ministério Público fiscalize governo Wagner

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

“Acorda, Ministério Público!”, recomendou o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, na manhã desta quarta-feira (20/04/2011), em entrevista ao radialista Moisés Bissesti, na Rádio Cruzeiro de Salvador. Para Aleluia, o Ministério Público Estadual está muito comportado e não vem cumprindo como deveria a sua função de fiscalizar o governo Jaques Wagner.

“Se não fôssemos nós da oposição, que recorremos à Justiça para barrá-lo, o povo da Bahia ia ter que engolir o abusivo e ilegal aumento de 13,64% concedido à Embasa pelo governo. O Ministério Público ficou caladinho, comportadinho”, disse o dirigente democrata, que sempre trabalhou no Congresso Nacional, quando era deputado federal, pela independência da instituição.

Aleluia criticou a desfaçatez do governador Jaques Wagner em fingir que não tem responsabilidade sobre o exorbitante reajuste da Embasa, derrubado por um mandado de segurança coletivo, impetrado pelo Partido Democratas. “A Comissão de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico do Estado da Bahia, a tal Coresab, que autorizou o aumento, é subordinada a Jaques Wagner, que tem poderes de trocar os seus membros quando quiser”, afirmou.

Na avaliação do presidente democrata, a vitória da oposição ao barrar o abusivo aumento da tarifa de água e esgoto na Justiça é uma prova de que o governo não pode ser só de aliados. “É imprescindível a existência da oposição num regime democrático, sob o risco de o povo ser vilipendiado em seus direitos. A oposição a Wagner na Assembleia Legislativa é pequena, mas é feita por deputados aguerridos, como o jovem Bruno Reis, que tanto colaborou nesta luta contra o abusivo e ilegal aumento da Embasa”.

 

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111158 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]