Prefeitura apoia cultura feirense. Leia está e outras notícias da PMFS

Prefeitura apoia cultura feirense
Prefeitura apoia cultura feirense

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana tem apoiado a cultura feirense, a partir de projetos que valorizam as mais diversas manifestações culturais. Um desses projetos é o espetáculo Paixão e Morte de Cristo, encenado pelo Grupo Teatral Renascer.

O grupo existe há 24 anos (fundado em janeiro de 1987). Ele é formado por 57 atores e 133 figurantes, interpretados por alunos das redes particular e pública de ensino, além da comunidade católica (TLC, PJ, Segue-me) Paróquias dos Capuchinhos, Cristo Redentor e Senhor do Bonfim.

Na tarde desta terça-feira (12), a coordenação do Grupo Teatral Renascer esteve reunida com o prefeito Tarcízio Pimenta onde foi apresentado o DVD produzido em 2010, com o incentivo do Governo Municipal.

A coordenadora do grupo, Isa Miranda Cruz, aproveitou a oportunidade para agradecer ao prefeito Tarcízio Pimenta o apoio recebido nas apresentações.

“Esse apoio para nós é muito importante. Só mesmo um Governo sensível a essas questões para apoiar a cultura local”, disse Isa Miranda.

Já Fábio Bittencourt, que também faz parte da coordenação do grupo, reconheceu a importância desse apoio.“Transmito o agradecimento de mais de 200 pessoas envolvidas nesse projeto que há mais de 20 anos conta a Paixão e Morte de Cristo”, agradece.

O Grupo Teatral Renascer realiza este ano várias apresentações em Feira de Santana e cidades vizinhas. A primeira será no dia 15 (sexta-feira), no conjunto Alvorada/Arco Íris, às 20 horas; dia 19 no Colégio Santo Antônio (às 9 horas); e dia 19 na Praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum), às 20 horas.

Eleição para majestades da Micareta

Dez candidatas a rainha e princesas foram pré-selecionadas

As majestades da Micareta de Feira de Santana 2011 serão eleitas no próximo domingo (17), durante desfile a partir das 19hs, no Teatro Margarida Ribeiro. As dez candidatas a rainha e duas princesas foram pré-selecionadas, na tarde desta terça-feira (12), durante desfile disputado por 23 concorrentes. Os candidatos a rei Momo também estiveram presentes.

Este ano disputam o título de rainha e princesas as candidatas Diolaine Andrade, Djeane Costa, Everilda Almeida, Herivânia Fagundes Jéssica Rodrigues, Joyce Freitas, Letícia Caetano, Manuela Bacelar, Priscila Mendes e Raphaella Lobo. Além delas também concorrem a rei Momo o vencedor do concurso do ano passado, Dilson Chagas Júnior, além de Edinaelson Ferreira da Assunção e Luis Antônio da Silva Pires.

As candidatas pré-selecionadas foram escolhidas por um jurado formado por Elizama Mendes, Luluda Barreto, Nilda Muniz e Sandra Farias. A rainha receberá prêmio no valor de R$ 1.500,00, mesmo valor para o rei Momo, enquanto as duas princesas receberão prêmio no valor de R$ 800,00, além de brindes diversos.

Os ensaios das candidatas a rainha da Micareta começam nesta quarta-feira (13), no Museu de Arte Contemporânea, sob a coordenação de Edson Baptista. Serão avaliadas nos quesitos de desenvoltura, animação e beleza. Características que, segundo a jurada Sandra Farias, são fundamentais para as majestades transmitirem animação aos foliões durante a festa momesca.

SMS atenta a casos de coqueluche

Informe epidemiológico acerca da doença

Durante o mês de março foi repassado pela Vigilância Epidemiológica (VE) do município às unidades de saúde públicas e privadas de Feira de Santana um informe epidemiológico acerca da coqueluche. O documento chama atenção para a importância dos profissionais de saúde notificarem à VE todos os casos suspeitos da doença.

“É necessário que haja esse link entre as unidades de saúde e a Vigilância Epidemiológica. Os casos devem ser notificados, em caráter de urgência, para que tomemos as medidas cabíveis. Quando há casos de doenças infecto-contagiosas, que se toma as medidas em tempo hábil, é feito um bloqueio com todo trabalho de prevenção e orientação”, ressalta a coordenadora da VE, Janice Estrela.

Também como forma de prevenir a patologia, caracterizada por tosse seca, a Vigilância Epidemiológica, em parceria com a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) elaborou e distribuiu um folheto educativo contendo informações como sintomas, prevenção e como se transmite a coqueluche.

O último caso da doença registrado em Feira de Santana foi no ano de 2009 e por isso, segundo a coordenadora, “não há motivo para pânico. A Vigilância já colocou em prática ações de prevenção e controle da coqueluche”. Vale lembrar que a vacina contra a doença sempre esteve disponível em todas as unidades de saúde do município e deve ser tomada em três doses.

Para notificar algum caso suspeito de coqueluche, os profissionais de saúde devem entrar em contato através do telefone 08002846656.

Operação Arca de Noé apreende animais

Combater a criação e o abate inadequado de suínos

A Operação Arca de Noé resultou na apreensão de 11 porcos no distrito de Bonfim de Feira, na manhã de segunda-feira (11). A ação tem o objetivo de combater a criação e o abate inadequado de suínos na localidade. Participaram da operação prepostos da Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal, Centro de Zoonoses e Programa Feira Cidadã. Dois cavalos que estavam soltos próximo a pista também foram apreendidos.

A chefe da Divisa (Vigilância Sanitária), Kércia Carneiro, observa que a criação de animais soltos no meio da rua – principalmente os suínos – é um problema crônico no distrito de Bonfim de Feira. “São animais criados inadequadamente e abatidos também sem nenhum cuidado quanto a higiene e conservação. Fatores graves e que colocam em risco a vida de todos aqueles que venham a consumir essa carne”, explica Kércia.

Ela diz que a operação continuará sendo realizada. “Hoje apreendemos 11 porcos, mas sabemos que a quantidade é muito maior. Vamos continuar essa ação que tem o objetivo de combater esse comportamento que afeta a saúde pública da comunidade”, salienta. Paralelo ao trabalho ostensivo, a Vigilância Sanitária também atua no campo educativo. “Rotineiramente alertamos os criadores quanto aos riscos”, revela Kércia.

Os animais apreendidos foram encaminhados ao Centro de Zoonoses do município. A diretora Mirza Carvalho observa que doenças graves podem ser ocasionadas com o consumo da carne suína. “Os porcos criados soltos, de maneira inadequada, acabam se alimentando de dejetos humanos, entrando em esgoto, e representando um grande risco para quem vai consumir a carne deste animal. E a principal doença a sisti cercose”, explica Mirza.

O comandante da Guarda Civil Municipal, Marcos Vinícius Alves, ressalta que a ação contou com um efetivo de 15 homens. “Sempre que solicitada a Guarda Municipal vem dando suporte neste tipo de ação. Além de porcos, apreendemos também dois cavalos soltos próximos a pista, o que representa um grande risco para os motoristas que trafegam pela localidade”, aponta.

O prefeito Tarcízio Pimenta aproveitou a oportunidade para reafirmar o apoio ao projeto. “Em uma época que a violência impera nas ruas, o Governo Municipal não pode se furtar de apoiar projetos como este, que encena a Paixão e Morte de Cristo, e leva às famílias mensagens de paz e esperança”, disse.

Mais de 70 mil procedimentos marcados

Volume de marcações realizadas corresponde ao esperado

A Central Municipal de Regulação agendou 28.529 consultas e 48.481 exames no primeiro trimestre de 2011. Entre este período, março foi o mês que teve o maior número de marcação de procedimentos.

De acordo com a coordenadora do órgão, Márcia Cristina Souza, o volume de marcações realizadas corresponde ao esperado. “Nos meses de janeiro e fevereiro a demanda cai em virtude do período de veraneio, mas a quantidade total de agendamentos para o trimestre é expressiva”, destaca.

Segundo ela, a atual operacionalidade da Central de Regulação, bem como de toda rede municipal de saúde, tem oferecido muitos benefícios aos usuários. “Hoje os pacientes contam com total comodidade. As unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) e de Unidade Básica de Saúde (UBS) enviam as guias de serviços médicos para a Central marcar, e eles aguardam pouco tempo para realização do procedimento”, relata.

Cada unidade de saúde tem uma cota de marcação que varia a depender da unidade.Uma vez marcados os exames e as consultas, as guias voltam para os PSF’s e UBS’s, que informam aos pacientes que os procedimentos solicitados já estão agendados.

Pacientes que precisam marcar procedimentos necessários para transplantes, procedimentos oncológicos, anatomo-patológicos, como a coleta de material para biopsia, e hemodiálise, se dirigem diretamente a Central de Regulação. “Por conta da gravidade dos casos, os pacientes que se enquadram no perfil citado podem marcar os procedimentos aqui mesmo na Central”, ressalta a coordenadora.

Dentre as especialidades ofertadas pela Rede Municipal de Saúde estão: dermatologia, pneumologia, endocrinologia, neurologia, pediatria, ginecologia, hematologia, hematopediatria, oncologia, cardiologia, oftalmologia, urologia e pré-natal de alto risco. Entre os exames realizados, a ultra-som, espirometria, o preventivo e o raio-X.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116773 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.