Deputado estadual Yulo Oiticica diz que governo tem gordura administrativa para criar secretarias

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Na última quarta-feira (07/04/2011), logo cedo, o governador Jaques Wagner (PT) promoveu um café da manhã no Gran Hotel Stella Maris com os líderes e parlamentares da bancada governista na Assembléia Legislativa, entre eles, o líder do PT, deputado estadual Yulo Oiticica. O tema do encontro foi o projeto do executivo enviado para o legislativo que prevê a reforma administrativa do estado.

Wagner explicou que as alterações não vão significar mais gastos para a máquina estadual. Para Yulo, as previsões do governador estão corretas, já que no entendimento do líder petista, o governo adquiriu “gordura administrativa” para promover as modificações na máquina estadual.

Gordura administrativa – “Depois, a gente não pode olhar para o retrovisor. Desde 2007, 26 operações correcionais exoneraram 786 servidores, após constatação de irregularidades”, apontou o parlamentar petista, que recusa veementemente o argumento oposicionista de que a criação de secretarias vai causar um impacto no orçamento do Estado.
“As exonerações geraram uma economia anual de R$ 15,4 milhões na folha de pessoal. No total, a economia acumulada desde 2007 já alcança R$ 92 milhões”, rebate Yulo. Entre as situações flagradas, está a de servidores que abandonaram há 20 anos o local de trabalho, mas que continuavam recebendo salários.

Mais secretarias – Além de criar as já anunciadas secretarias de Assuntos Prisionais e Ressocialização, Especial de Política para as Mulheres, de Comunicação, e fundir o IMA e o Ingá em um novo instituto, o Inema, Wagner prevê a criação de diversas estruturas dentro das pastas já existentes.

No Gabinete do Governador, será criada a Coordenação de Assuntos Internacionais e Agenda Bahia, que ficará a cargo de Fernando Schmidt; na Secretaria de Indústria e Comércio será criada a Superintendência de Desenvolvimento Econômico; na de Cultura serão criadas a Coordenação de Culturas Populares e Identidades, Diretoria do Livro e da Leitura, Diretoria de Projetos e Obras de Restauração e a Coordenação de Cinema e Audiovisual.

Na Secretaria de Promoção da Igualdade, será criada a Coordenação de Políticas para as Comunidades Tradicionais, e na pasta de Direitos Humanos, a Superintendência do Direito das Pessoas com Deficiência e Superintendência da Prevenção e Acolhimento dos Usuários de Drogas. Por fim, a Secopa (especial para a Copa do Mundo) será incorporada ao Gabinete do Governador.
Também será criada a Secretaria Estadual de Comunicação e a constituição oficial da Chefia de Gabinete e da Secretaria Estadual de Relações Internacionais, além da transformação da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) em pasta ordinária até 2014.

Para a chefia de Gabinete, Wagner confirmou a indicação do ex-deputado Edmon Lucas. A secretaria de Relações Internacionais será ocupada pelo atual chefe de Gabinete, Fernando Schmidt, disse o governador.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120515 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.