Deputado Carlos Geilson diz que secretário Carlos Martins não tem legitimidade para falar em nome do povo e pede que respeite a minoria

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Carlos Geison e Luizinho Sobral. Geilson: Respeite, secretário, aqueles que pensam e praticam o contraditório. Não sendo assim, o secretário não pode participar de um governo que se diz republicano e democrático. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br
Carlos Geison e Luizinho Sobral. Geilson: Respeite, secretário, aqueles que pensam e praticam o contraditório. Não sendo assim, o secretário não pode participar de um governo que se diz republicano e democrático. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br
Carlos Geison e Luizinho Sobral. Geilson: Respeite, secretário, aqueles que pensam e praticam o contraditório. Não sendo assim, o secretário não pode participar de um governo que se diz republicano e democrático. Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br
Carlos Geison e Luizinho Sobral. Geilson: Respeite, secretário, aqueles que pensam e praticam o contraditório. Não sendo assim, o secretário não pode participar de um governo que se diz republicano e democrático.
Foto: Carlos Augusto | Guto Jads | Jornal Grande Bahia. Com. Br

Carlos Geilson reage a declarações do secretário da Fazenda

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) em resposta ao secretário da Fazenda Carlos Martins, afirmou que ele foi o parlamentar mais votado de Feira de Santana e que chega a Assembléia Legislativa como um vitorioso. “A pior derrota é daquele que, para se eleger, praticou o estelionato eleitoral. Não sou, portanto, um derrotado e meus argumentos não são de um derrotado”, enfatizou. Para o deputado, lamentavelmente, o governo não aceita o contraditório, a crítica e que tenta impor seus números, sem que a Oposição possa se manifestar.

“Quando a Oposição se manifesta, é tratada como derrotada, sem argumentos ou propostas. Não aceitam quando questionamos os dados apresentados dando a entender que vivemos num mar de rosas, que não tivéssemos inflação, problemas graves de infraestrutura. O secretário é que não pode fazer juízo de valores e se dirigir a Oposição, mesmo que pequena, como se não estivéssemos aqui representando parcela da sociedade e que também depende do governo, já que é para todos os baianos que este governo existe”, afirmou o parlamentar.

Segundo Carlos Geilson, ele não questiona o tamanho da Oposição, mas o trabalho qualitativo dela Oposição. “Aqui fica, portanto, o meu protesto. Não me sinto derrotado. Sou filho de vaqueiro com uma professora primária, cursei uma universidade pública de qualidade e cheguei aqui na Assembléia Legislativa sem patrono ou padrinho, mas com o apoio dos feirenses e toda região, com 37 mil votos. Respeite, secretário, aqueles que pensam e praticam o contraditório. Não sendo assim, o secretário não pode participar de um governo que se diz republicano e democrático”, concluiu Geilson.

Luizinho Sobral pede mais segurança para Irecê

O deputado estadual Luizinho Sobral (PTN) esteve com o comandante-geral da Polícia Militar Nilton Mascarenhas quando falou da necessidade do envio de mais policiais militares, armamentos e viaturas para a região para dar mais segurança à população local. Ele entregou ao coronel o pedido que já havia feito na Assembléia Legislativa de implantação de postos policiais em distritos de Angical, Itapicuru e Lagoa Nova, todos em Irecê, para suprir a carência de policiamento nestes distritos.

Após a visita do deputado, o coronel Mascarenhas anunciou a mudança na escala de trabalho dos batalhões da região de Irecê que irão resultar num aumento de efetivo e, consequentemente, mais policiamento para as diversas localidades. “Esse é um momento importante pois a população carece de segurança e esse anúncio do coronel Mascarenhas vem ao encontro dos anseios da população da região de Irecê”, afirmou o deputado.

Segurança e esse anúncio do coronel Mascarenhas vem ao encontro dos anseios da população da região de Irecê”, afirmou o deputado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113902 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]