Caixão de João Paulo II será exposto à visitação antes da beatificação

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Às vésperas da beatificação, o caixão com o corpo do papa João Paulo II foi exumado hoje (29/04/2011) e colocado ao lado do de São Pedro, onde ficará até a manhã do próximo domingo (1º), quando ocorrerá a cerimônia. Pela manhã, foi retirada a lápide de mármore do túmulo do papa, e o caixão, que estava intacto, ficará exposto à visitação.

A cerimônia de exumação foi conduzida pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, e o secretário particular de João Paulo II, cardeal Stanislaw Dziwisz. No caixão, além da cruz e das armas do pontificado, há uma inscrição em latim identificando João Paulo II e uma síntese de sua vida – incluindo datas de nascimento (1910) e morte (2005), além dos 27 anos de pontificado.

O diretor da área de imprensa da Santa Fé, padre Federico Lombardi, afirmou que a lápide do túmulo de João Paulo será enviada para Cracóvia, na Polônia, onde ele nasceu. Na cidade polonesa foi escolhida uma igreja onde ficará a lápide.

Lombardi disse ainda que o caixão de João Paulo II permanecerá no piso inferior da Basílica de São Pedro, no Vaticano. A partir de domingo, depois da cerimônia de beatificação, o caixão será transportado para a área de “veneração dos fiéis”, em frente ao altar principal. Em seguida, será mantido em uma capela na nave da basílica, próximo à Pietà, de Miguel Ângelo.

No domingo, a cerimônia de beatificação começa às 10h com uma missa rezada por Bento XVI, na Praça São Pedro, no Vaticano. Na segunda-feira (2) ocorrerá uma solenidade conduzida pelo cardeal Tarcisio Bertone.

Poliglota e versátil, João Paulo II foi considerado um dos líderes políticos mais influentes do mundo. No período em que comandou a Igreja Católica visitou mais de 120 países e reuniu-se com líderes religiosos dos mais distintos credos.

Michel Temer e Moreira Franco representam Dilma na beatificação de João Paulo II

Na cerimônia de beatificação do papa João Paulo II, a presidenta Dilma Rousseff será representada pelo vice-presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, além do embaixador do Brasil na Santa Sé, Luiz Felipe de Seixas Correa.

Hoje (29), o caixão de João Paulo II foi retirado do túmulo onde estava sepultado, nas Grutas Vaticanas, para ser levado à Basílica de São Pedro. O caixão de madeira será mantido no altar principal da basílica para que os fiéis possam prestar homenagens após a cerimônia de beatificação.

A cerimônia de beatificação, no próximo domingo (1º de maio), começará às 10h, com uma missa celebrada pelo papa Bento XVI, na Praça São Pedro. Na segunda-feira (2), ocorrerá uma solenidade conduzida pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.

O polonês Karol Wojtyla foi escolhido papa em 1978, quando adotou o nome João Paulo II. Ele comandou a Igreja Católica por 27 anos, até 2005 – quando morreu aos 85 anos. Foi o terceiro pontificado mais longo da história do Vaticano, atrás apenas de São Pedro (fundador da Igreja Católica) e de Pio IX.

No período em que comandou os católicos, João Paulo II foi apontado como um dos líderes políticos mais influentes do mundo. Além de visitar mais de 120 países, o papa se reuniu com líderes de outras religiões e mediou impasses e divergências de fundo religioso. Para ser considerado beato, a Igreja reconheceu um milagre de João Paulo II: a cura inexplicável, do ponto de vista científico, de uma religiosa que sofria do mal de Parkinson, a mesma doença que afligiu o papa nos últimos anos de vida.

*Com informação: Agência Brasil

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120759 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.