São Paulo segue exemplo do Turismo Étnico Baiano

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Representantes da Coordenação Especial de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de Campinas (SP) e de instituições ligadas às religiões de matriz africana no estado paulista estão em Salvador para conhecer o programa conduzido pela Secretaria de Turismo (Setur) e Bahiatursa.

A missão dos visitantes, que estiveram com a superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Cássia Magalhães, e o coordenador de Turismo Étnico da Bahiatursa, Billy Arquimimo, é a de criar roteiros de turismo étnico-afro em Campinas, mostrando que o município também preserva a herança africana.

A implantação do programa acontecerá numa parceria entre a Coordenadoria Especial de Promoção da Igualdade Racial e a Secretaria de Turismo da Prefeitura de Campinas (SP), com o apoio do Governo da Bahia.

Para a Cássia Magalhães, a iniciativa das autoridades paulistas mostra o reconhecimento do trabalho realizado na Bahia, que passou a desenvolver o turismo por um viés de sustentabilidade às comunidades responsáveis por levar adiante a cultura e a religião de matriz africana. “Por isso, estamos trabalhando com vistas ao estímulo da produção associada ao turismo em cada ponto de visitação”.

Para o coordenador especial de Promoção da Igualdade Racial de Campinas, Benedito Paulino, a proposta vem para reconhecer a preservação da cultura africana na cidade e o incentivo à diversidade cultural. “Viemos dialogar com um estado significativo, que já tem uma experiência bem vista. O primeiro passo será o de realizar levantamentos das nossas manifestações culturais e cultos de matriz africana para, então, darmos início ao nosso projeto”.

Billy Arquimimo lembra que a Bahia também está fornecendo informações do programa ao estado do Rio Grande do Sul, onde já foram promovidas palestras sobre o turismo étnico. “Os governos do Rio Grande do Sul e de São Paulo vêm em busca da troca de experiências e de aprender a lançar mão do seu potencial como criar roteiros que incluam suas manifestações culturais e estimular uma boa recepção aos turistas que se interessam pelo segmento”.

Resultados

Uma das principais conquistas obtidas pela Bahia nos últimos quatro anos e que beneficiam diretamente o desenvolvimento do turismo étnico-afro foi a implantação do voo direto Salvador-Miami, da American Airlines. A nova rota fez com que os desembarques diretos dos Estados Unidos para a Bahia saíssem de 2,7 mil, até 2007, para 15 mil, em 2008, e 20 mil, em 2009.

O mercado norte-americano é o principal emissor de turistas para a Bahia. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), os Estados Unidos enviam mais de 60 mil turistas por ano ao estado. Além dos esforços promocionais com a divulgação do segmento étnico-afro nas principais feiras de turismo do mundo, a Setur também possui cursos de qualificação voltados para o setor.

Um dos municípios beneficiados é Maragogipe, no Recôncavo baiano. A cidade conta com capacitação profissional em andamento para 67 artesãos, com o objetivo de estimular as atividades relacionadas ao setor de turismo na Bahia. Com sete meses de duração e uma carga de 167 horas, a capacitação inclui moradores da sede do município e dos povoados de Coqueiros e Nagé. No curso, os artesãos participam de aulas para aprimorar a produção de máscaras e fantasias de Carnaval, além da fabricação de cerâmica utilitária.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115009 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.