Inflação está perdendo força e Ipea lança livro sobre posição do Brasil em relação à economia mundial

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Inflação deve fechar março em torno de 0,45%

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, avaliou há pouco que a inflação está perdendo força, e, com isso, o Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar próximo a 0,45% em março. Se a projeção do ministro for confirmada, o índice será inferior à estimativa do mercado financeiro e das expectativas divulgadas pelo Banco Central por meio do boletim Focus, de 0,5%. Em fevereiro, o IPCA ficou em 0,8%.

Segundo o ministro, a economia também está desacelerando e caminha para um crescimento de 5%, como previsto pelo governo. “A economia está desacelerando em alguns segmentos e fortemente no setor de serviços. Portanto, de modo a caminhar para o crescimento de 5% que nós esperamos”, disse.

Logo mais, às 15h30, Mantega tem reunião no Ministério da Fazenda com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para discutir problemas no setor de álcool combustível.

Participam ainda representantes da Petrobras, Cooperativa de Produtores de Cana-de-Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo (Cosan), União da Indústria de Cana-de-Açúcar, ETH Bioenergia, do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes, da Alesat Combustíveis, BR Distribuidora e do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás.

Ipea lança livro

Foi lançado hoje (17) na capital paulista o livro Traçando Novos Rumos: o Brasil em um Mundo Multipolar, que reúne 15 artigos, divididos em três partes: trajetórias do crescimento sustentável; tensões internas e coesão social; e autonomia da era da independência. O livro, que levanta a discussão sobre o papel do Brasil como ator-chave no cenário mundial no século 21 foi elaborado pela Foresight, um projeto da Fundação Alfred Herrhausen Society, ligada ao Deutshe Bank (da Alemanha), em parceria com o Policy Network e o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea).

De acordo com o presidente do Ipea, Marcio Pochmann, “essa produção traz elementos refletindo esse novo estágio que o Brasil está vivendo em termos de presença na economia mundial. Nos dias de hoje, dois terços da expansão econômica do mundo está dependendo da situação dos países não desenvolvidos”.

Segundo ele, o Bric (acrônimo que representa o grupo formado pelos emergentes Brasil, Rússia, Índia e China) responde por 40% do crescimento da economia do mundo e há um grande interesse em entender o sucesso de países como o Brasil. “Estamos avançando para uma situação na qual a maior parte da produção não está localizada nos países desenvolvidos, e sim, nos ditos não desenvolvidos. Até esse conceito coloca-se novamente em xeque e abre uma perspectiva de novo ponto de vista da divisão internacional do trabalho, de como a produção se divide no mundo e quais são os motores de sua expansão para os próximos anos”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108947 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]