Estado e CODEBA discutem novos investimentos para os portos baianos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Depois de visitar as instalações reformadas do Porto de Aratu, em Candeias, o governador Jaques Wagner participou na manhã desta quinta-feira (24/03/2011) de uma reunião com o Conselho de Administração da Companhia de Docas do Estado da Bahia (Codeba). O objetivo foi discutir ações estratégicas para a dinamização dos portos públicos baianos.

“A expectativa é que consigamos evoluir basicamente os portos de Salvador e Aratu, que abrigam a maior parte das cargas industriais, a fim de dar as condições necessárias para o desenvolvimento e chegada de novas indústrias na Bahia”, afirmou o governador.

Ele disse ainda que o desenvolvimento dos portos é inevitável, devido à amplitude crescente do complexo industrial baiano. “Quero que a Bahia cresça mais, e para isso é preciso planejamento, sobretudo no setor portuário, para que possamos viabilizar recursos e estabelecer parcerias”.

São três os portos públicos da Bahia: o de Salvador, o de Ilhéus e o de Aratu. Todos são de responsabilidade federal, mas a parceria permanente com o governo estadual tem possibilitado avanços significativos para a captação e aplicação de recursos no setor.

Importância do diálogo

Presente na reunião, o representante da Secretaria Especial de Portos da Presidência República (SEP), Rogério Menescal, falou da importância do diálogo entre as esferas para o desenvolvimento portuário. “Foi muito importante ouvir o governador e o que ele pensa sobre os portos da Bahia e avaliarmos no que o Estado pode nos ajudar para alavancar projetos e angariar investimentos”.

Esses projetos e investimentos, por meio da SEP, Codeba, empresas privadas e governo estadual, têm apresentado um impacto positivo no desempenho dos portos públicos. No ano passado, eles registraram uma movimentação total de 9,2 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 8,7% com relação a 2009.

A receita de arrecadação, por sua vez, atingiu novo recorde, com um incremento em torno de 30%, chegando a mais de R$ 95 milhões em 2010. Desse montante, 60% são provenientes do Porto de Aratu, cujo funcionamento tem centralidade para a logística da Bahia.

Caminho garantido

Foram aplicados no Porto de Aratu cerca de R$ 98 milhões, para recuperação de equipamentos, manutenção de estruturas e aquisição de peças.

“A concepção dele é a de um porto-indústria. Por isso está ligado diretamente ao desenvolvimento industrial e econômico da Bahia. Precisamos municiar esse porto com infraestrutura, para que o desenvolvimento do estado tenha seu caminho garantido”, declarou o presidente da Codeba, José Muniz Rebouças.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111072 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]