Em Feira de Santana, 141 casas do Viveiros recebem liberação da dívida e outros 14 conjuntos habitacionais podem ser quitados em até 240 meses

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Em reunião com representantes da Caixa Econômica Federal (CEF), na última terça-feira, o líder do Governo na Assembléia Legislativa, deputado Zé Neto (PT), conseguiu a redução dos valores de quitação dos imóveis e doação de 141 unidades habitacionais no bairro Viveiros, através da liberação da dívida.

A notícia, transmitida por Zé Neto, pelo gerente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Reis e a gerente da CEF em Salvador, Aurísia Melo, aos programas de rádio Acorda Cidade (Sociedade AM) e Bom dia Feira (Princesa FM), alegrou as famílias dos conjuntos contemplados.

O líder do Governo relata que a Caixa fez uma pesquisa nos conjuntos de Feira de Santana que tinham problemas habitacionais e encontrou condições de pagamento em vários deles, exceto a comunidade do Viveiros. “Por isso o Viveiros está sendo contemplado com essa liberação da dívida”, afirma Zé Neto.

O gerente Gilberto Reis explica que os ocupantes do Viveiros devem esperar uma carta enviada pela Caixa para sua residência, em um período de 15 dias, e após agendamento serão atendidos na agência.

Em reunião com representantes da Caixa Econômica Federal (CEF), na última terça-feira, o líder do Governo na Assembléia Legislativa, deputado Zé Neto (PT), conseguiu a redução dos valores de quitação dos imóveis e doação de 141 unidades habitacionais no bairro Viveiros, através da liberação da dívida.

A notícia, transmitida por Zé Neto, pelo gerente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Reis e a gerente da CEF em Salvador, Aurísia Melo, aos programas de rádio Acorda Cidade (Sociedade AM) e Bom dia Feira (Princesa FM), alegrou as famílias dos conjuntos contemplados.

O líder do Governo relata que a Caixa fez uma pesquisa nos conjuntos de Feira de Santana que tinham problemas habitacionais e encontrou condições de pagamento em vários deles, exceto a comunidade do Viveiros. “Por isso o Viveiros está sendo contemplado com essa liberação da dívida”, afirma Zé Neto.

O gerente Gilberto Reis explica que os ocupantes do Viveiros devem esperar uma carta enviada pela Caixa para sua residência, em um período de 15 dias, e após agendamento serão atendidos na agência.

Negociação

O deputado lembra que há 10 anos Feira de Santana tinha 18 mil casas com problemas na quitação e, atualmente, esse número não alcança 1.000 unidades habitacionais. “Feira é uma cidade modelo nestas negociações e também na expansão do Programa Minha Casa, Minha Vida, onde já foram contratadas sete mil casas”, diz Zé Neto.

O valor de quitação das unidades de 14 conjuntos habitacionais de Feira de Santana tiveram redução de 60% a 82% na avaliação padrão, que já se encontra muito abaixo do mercado, restando o valor aproximado de R$ 10 mil a ser pago pelo ocupante. O valor residual poderá ser quitado em até 240 meses, com juros de 7% ao ano, caução inferior a R$ 500, sendo que a prestação não pode ser menor que R$ 50.

Os conjuntos são: Alvorada, Arco Íris, Expansão Feira IX, Feira VII, Francisco Pinto, Homero Figueiredo, Terra do Bosque, Viveiros, Feira IX, Oyama Figueiredo, Raquel Figueiredo, Parque Panorama, Residencial Mangabeira e Chácara da Mangabeira.

Emgea

Zé Neto finalizou a entrevista explicando que os imóveis que não foram retomados pela Caixa, a negociação é realizada através da Empresa Gestora de Ativos (Emgea). “Estive com o diretor do órgão e na próxima quarta-feira (23) estaremos informando o balanço das unidades que serão negociadas”, afirma o deputado.

O valor de quitação das unidades de 14 conjuntos habitacionais de Feira de Santana tiveram redução de 60% a 82% na avaliação padrão, que já se encontra muito abaixo do mercado, restando o valor aproximado de R$ 10 mil a ser pago pelo ocupante. O valor residual poderá ser quitado em até 240 meses, com juros de 7% ao ano, caução inferior a R$ 500, sendo que a prestação não pode ser menor que R$ 50.

Os conjuntos são: Alvorada, Arco Íris, Expansão Feira IX, Feira VII, Francisco Pinto, Homero Figueiredo, Terra do Bosque, Viveiros, Feira IX, Oyama Figueiredo, Raquel Figueiredo, Parque Panorama, Residencial Mangabeira e Chácara da Mangabeira.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108690 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]