EBDA entrega kits de costura para agricultoras da região de Jacobina

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.

Melhoria da qualidade de vida, através da renda de produtos não agrícolas, já é uma realidade para diversas famílias rurais, assistidas pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (SEAGRI). Agora será ainda melhor para agricultoras da região de Jacobina, que receberam, ontem (30/03/2011) e anteontem, através da EBDA, kits de costura que possibilitarão a montagem de ateliês em quatro associações.

Durante os dois dias de entrega, muito entusiasmo e emoção por parte das famílias beneficiadas e autoridades locais que estiveram presentes. Na terça-feira foram contemplados com os equipamentos os povoados de Caiçara e Grota do Brito, e, na quarta-feira, foi a vez das comunidades de Alagadiço e Tombador. Os kits, cada um contendo duas máquinas convencionais, uma galoneira, uma overloque e bancadas para fixação dos equipamentos, vão contribuir para melhorar a qualidade de vida nas unidades familiares, através da geração de renda extra.

A técnica e coordenadora responsável pelo Programa de Geração de Rendas Não-agrícolas, da EBDA, Maria da Graça Machado, explica que as associações beneficiadas estão tendo a mesma capacidade qualitativa de ateliês de costura profissionais. “As agricultoras poderão produzir agora o que antes era terceirizado. A entrega dos kits ocasiona redução de gastos, aumento de produção e qualidade no acabamento dos produtos: é ganho multiplicado”, afirma a coordenadora.

Na comunidade de Alagadiço, no município de Ourolândia, o grupo de mulheres da Associação Comunitária e Evangélica de Alagadiço, recebeu as máquinas com muita comoção. “A gente não acreditava que esse sonho ia se realizar. Nós precisávamos nos desenvolver, e graças à EBDA, agora a gente já tem um ponto de partida”, diz a agricultora Maria de Souza. No povoado ainda não há nenhum trabalho que represente uma renda significativa para as mulheres, apesar do grande empenho e mobilização para produzir alguns artigos de costura. “Nós somos mulheres, donas de casa, mães de família, precisamos também contribuir com a renda. Os trabalhos com costura vão ser nossa garantia de uma ocupação”, garante Cícera dos Santos, agricultora.

Segundo a técnica da EBDA, Nilza Oliveira, na comunidade de Caiçara, a Associação Comunitária Caiçarense, que produz tradicionalmente produtos alimentícios para merenda escolar, recebe agora o incentivo para diversificar a produção com as máquinas de costura, o que representa a inclusão de mais famílias no processo produtivo. “O mesmo efeito vai ser sentido pela Associação Comunitária de Grota dos Brejões, pois as mulheres estão começando agora os trabalhos com costura; o kit vai ser um grande estímulo”, declara Oliveira.

Segundo Maria da Graça Machado, hoje, na Bahia, a renda provinda de produtos não agrícolas chega à metade da renda familiar total. “Nossa intenção para esse ano é dar suporte, principalmente na comercialização dos produtos. Esperamos que as mulheres realmente utilizem os equipamentos e todos os ensinamentos que a EBDA vem passando nas capacitações, e consigam transformar sua realidade, melhorando a qualidade de vida para toda família”, declara a técnica.

Mais entregas de kits de costura, pela EBDA, estão previstas para esse ano. Já está confirmada, em abril, a entrega dos equipamentos para associações formadas por agricultoras da região de Irecê. Comprometida com os interesses da agricultura familiar, a EBDA é a maior empresa pública de Ater do Estado, e executa suas ações com o papel de articular e organizar atividades, de acordo com as demandas agropecuárias identificadas, em nível de municípios e Territórios de Identidade.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112955 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]