Deputado Rui Costa destaca avanços do programa Água para Todos e Fábio Souto comenta sobre o avanço da dengue

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Deputado federal Rui Costa (PT-BA).
Deputado federal Rui Costa (PT-BA).
Deputado federal Rui Costa (PT-BA).
Deputado federal Rui Costa (PT-BA).

Em pronunciamento na Câmara dos Deputados sobre o “22 de Março de 2011, Dia Mundial da Água”, o deputado federal Rui Costa (PT-BA) destacou as ações implementadas pelo Governo da Bahia, por meio do programa Água para Todos, para assegurar a universalização do acesso à água e a manutenção do equilíbrio do seu ciclo de renovação.

“Em quatro anos de Programa Água para Todos, o Governo da Bahia investiu R$1,86 bilhão para levar sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário a mais de 2,8 milhões de baianos. Metade dessas ações se concentram nas regiões com os menores índices de desenvolvimento humano (IDH) do estado, sobretudo no meio rural, onde a cobertura por meio de rede de esgoto passou de 7,1% para 16,8%”, ressaltou.

O petista citou ainda a obra do Sistema de Disposição Oceânica (SDO) da Boca do Rio, localizada em Salvador e considerada a primeira Parceria Público-Privada (PPP) no Brasil na área de saneamento, que irá beneficiar 1 milhão e 600 mil pessoas na capital e no município vizinho de Lauro de Freitas.

“Nos próximos quatro anos, muito mais será feito. Novas obras de abastecimento e adutoras estão, neste momento, em andamento na Bahia, como o Sistema Produtor de Irecê, a Adutora de Pedras Altas, na região do Sisal e o Projeto Nordeste. Só este último representa um investimento de R$ 75,4 milhões e irá garantir o abastecimento de água para 1,2 milhão de pessoas em 38 municípios baianos”, finalizou.

Dengue preocupa mais uma vez e Souto pede para população ajudar no combate à doença

Tem sido rotineiro nos últimos anos na Bahia. O governo promete mais comprometimento com a saúde e, quando menos espera, se depara com uma epidemia mortal. É a dengue que ataca mais uma vez. Em 2011, já foram registrados quase 10 mil casos da doença e a entrada do sorotipo 4 no Estado deixa os baianos novamente em alerta. Só em março, dois casos desse tipo da doença foram confirmados.

Para o deputado Fábio Souto (DEM/BA), a população precisa colaborar com os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito que transmite o vírus da moléstia. Ele ressalta, porém, que é preciso ser crítico e cobrar medidas mais efetivas do Governo Estadual no combate à dengue. “A Bahia precisa de ações integradas: orientação para a população, mutirões mais frequentes, campanhas eficazes. Porém, de nada vale isso se o governo não oferecer coleta de lixo regular, ruas calçadas, saneamento básico. A vigilância contra epidemias tem que ser mais eficiente”, argumentou Souto.

Brasil aspira lucros e autonomia em relações com os EUA. Fim de barreiras comerciais é desafio para o governo

Os avanços alcançados pelo Brasil nos últimos anos permitem ao país almejar conquistas ainda maiores. A visita do presidente norte-americano, Barack Obama, no último fim de semana é prova e resultado dessa ambição. Embora insistam em impor barreiras comerciais a alguns produtos, os Estados Unidos parecem cada vez mais atraídos e dependentes das riquezas brasileiras. Com a descoberta do pré-sal, o petróleo agora é a menina dos olhos deles.

Para o deputado Fábio Souto (DEM/BA), vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores (CREDN), o momento é muito oportuno para o Brasil intensificar o relacionamento comercial e diplomático com os EUA e cobiçar maior autonomia nas conversas. “Obtivemos alguns progressos com acordos assinados entre as duas nações. Porém, a força do Brasil deve prevalecer ainda mais. As limitações tarifárias impostas a alguns produtos agropecuários, por exemplo, como algodão, carne bovina, etanol e suco de laranja devem acabar. É uma valorização da qualidade da nossa produção. É uma valorização do nosso país. Quanto ao petróleo, é necessário o máximo de atenção e responsabilidade na hora das negociações, privilegiando os interesses nacionais, já que detemos tamanho potencial”, justificou Souto.

O parlamentar também fez uma ressalva quanto à questão do visto. Segundo ele, os norte-americanos podem facilitar a entrada de brasileiros no país, já que o fluxo de viajantes e o dinheiro deixado nos EUA pelos turistas daqui aumentaram. No referente à possível participação dos americanos na realização de eventos de grande magnitude como Copa do Mundo de Futebol e Olimpíada no Brasil, Souto afirmou que a ajuda de especialistas é sempre bem-vinda para o sucesso das competições e a transparência da organização.

Os acordos firmados entre Brasil e Estados Unidos serão integrados em uma Mensagem que o Poder Executivo deve enviar ao Congresso Nacional em breve. A CREDN será o primeiro colegiado a analisar os pactos assinados entre as nações. “Vamos aprovar o que for melhor para o nosso país”, retificou Fábio Souto.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113867 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]