Continental investirá US$ 210 milhões na expansão da fábrica de pneus em Camaçari

Continental investirá US$ 210 milhões na expansão de sua fábrica de pneus em Camaçari, na Bahia.
Continental investirá US$ 210 milhões na expansão de sua fábrica de pneus em Camaçari, na Bahia.

O fornecedor automotivo internacional e fabricante de pneus Continental investirá US$ 210 milhões para expandir a capacidade de produção de sua fábrica de pneus localizada no Polo Industrial de Camaçari, na Bahia. “Esse investimento é parte da estratégia da Continental de crescer a nossa operação de pneus de forma significativa em todo o mundo, em especial nos países do BRIC (Brasil, Rússia, India e China). Ele nos permitirá praticamente dobrar a capacidade de produção da planta de Camaçari até o final de 2015”, disse Matthias Schönberg, chief executive officer (CEO) da Co ntinental Pneus Américas. Em 2010 a fábrica de pneus da Continental produziu cerca de 4,5 milhões de pneus de passeio e 315 mil de carga. Este ano, a capacidade será ampliada para mais de cinco milhões de pneus de passeio e 450 mil para caminhão.

“Estamos anunciando a segunda onda do investimento inicial de US$ 260 milhões realizado em 2004, quando formalizamos a decisão de construir a fábrica. O objetivo é ampliar a produção de forma a atender o crescimento previsto para os mercados supridos por essa unidade: o NAFTA, bloco econômico formado por Estados Unidos, Canadá e México, e a América Latina, na qual o Brasil ocupa uma posição de destaque”, explica Renato Sarzano, diretor-superintendente e responsável pelas operações comerciais de Pneus da Continental na América Latina.

“Esse aporte nos permitirá otimizar processos, instalar novos equipamentos e criará mais 400 empregos diretos, beneficiando toda a região”, diz Pedro Matos, diretor-superintendente da fábrica de pneus da Continental. Ela emprega atualmente 1.150 pessoas. Inaugurada oficialmente em abril de 2006, apenas 18 meses após o lançamento da pedra fundamental, a primeira fábrica de pneus da Continental no Brasil ocupa uma área total de 800.000 m2 e foi projetada de modo a permitir expansões.

No ano passado, a Continental alcançou o market share recorde de 11,5% no segmento de reposição de pneus de passeio e caminhões leves e registrou um de seus melhores resultados operacionais no Brasil, com um aumento de 25% no volume de pneus comercializados em relação a 2009 e 38% no segmento de carga. Em todo o mundo, a Continental produziu e comercializou mais de 100 milhões de pneus de passageiro e de caminhões leves.

A companhia atualmente vende seus pneus através de uma rede de distribuição composta por 586 pontos de venda distribuídos pelo País. A Continental pretende dar continuidade à sua expansão geográfica, principalmente nas regiões nas quais ainda não possui um revendedor autorizado. “Apoiaremos a abertura de novas lojas-bandeira de forma a suportar a demanda do mercado”, acrescenta Renato Sarzano.

Outro projeto importante, complementa o executivo, é ampliar a participação da marca como fornecedora de equipamento original para seus atuais clientes no Brasil. Hoje, os pneus Continental equipam de fábrica os caminhões da Iveco, Volkswagen, Mercedes-Benz e Scania, e carros produzidos pela Fiat, Ford, Renault e Volkswagen.

Há cerca de dois anos, a Continental abriu seu primeiro escritório de vendas na Argentina. Embora a marca já estivesse presente naquele país através de um acordo local, a companhia decidiu investir no potencial do mercado através de uma estrutura própria de vendas. “Esse é o segundo maior mercado na América do Sul e nós esperamos expandir o nosso market share de uma forma ainda mais rápida do que a registrada no Brasil”, diz Renato Sarzano, informando que 76% dos pneus lá vendidos são produzidos na fábrica de Camaçari.

O atual portfolio da Continental Argentina, trabalhado por 46 distribuidores, tem diversos clientes e pontos de venda estrategicamente localizados na capital, Buenos Aires, e em cidades com forte potencial econômico tais como Córdoba, Santa Fé, Paraná, Salta e Rosário.

“Esperamos manter em 2011 um crescimento semelhante, uma vez que o mercado de pneus está aquecido no mundo inteiro. A demanda está muito alta e a capacidade de produção do setor como um todo é insuficiente para atendê-la. Nosso principal desafio será administrar os aumentos de matéria-prima que já aconteceram e deverão continuar ao longo deste ano”, prevê Renato Sarzano.

Com vendas de € 26 bilhões em 2010, a Continental está entre os líderes mundiais no fornecimento de componentes para a indústria automotiva. Como fornecedora de sistemas de freios, sistemas e itens de transmissão e chassis; instrumentos, produtos eletrônicos para veículos, pneus e elastômeros técnicos, a Continental contribui para reforçar o conceito de direção segura e proteger o clima mundial. A Continental é também um parceiro competente na rede de comunicação automotiva. Atualmente a empresa emprega aproximadamente 150.000 pessoas em 46 países.

Saiba +

No Brasil, o Grupo Continental atingiu um faturamento recorde de € 915 milhões em 2010, emprega mais de 6.000 pessoas em 13 unidades localizadas em áreas estratégicas do País. A produção local engloba, entre outros produtos, artefatos automotivos de borracha (correias, coxins, selos e conjuntos montados de mangueiras para direção hidráulica e ar condicionado), atuadores, cockpits, gerenciadores de frotas, instrumentos, módulos de gerenciamento de motor, rádios automotivos, dispositivos antifurto, sistemas e sensores de pneus, pneus de passeio, comerciais leves e de caminhão. A Continental está focada na elevada qualidade e nos padrões ambientais. A Continental possui importantes certificações tais como ISO/TS 16.949 e ISO 14.001. O Grupo também possui prêmios que atestam a satisfação dos clientes, entre os destaques estão o Ford Supply Awards e o Renault Supplier Quality Awards os quais a companhia conquistou em 2010.

O Grupo Automotivo está no Brasil desde 1959. Suas três divisões (Chassis & Segurança, Powertrain e Interior) estão presentes em 9 locais estrategicamente posicionados no País e empregam mais de 4.200 pessoas que trabalham de acordo com os padrões internacionais de qualidade e meio ambiente. Como parceiro da indústria automotiva brasileira, o Grupo Automotivo desenvolve e produz componentes inovadores e soluções para atender as demandas do mercado local. A produção local inclui, entre outros produtos, atuadores, cockpits, gerenciadores de frotas, instrumentos combinados, módulos de gerenciamento de motor, rádios automotivos, rastreadores, sensores e sistemas de freios.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111013 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]