Colbert Martins Filho é destaque em matéria do Jornal Estadão

Colbert Martins da Silva Filho é citado em matéria do Estadão.
Colbert Martins da Silva Filho é citado em matéria do Estadão.
Colbert Martins da Silva Filho é citado em matéria do Estadão.
Colbert Martins da Silva Filho é citado em matéria do Estadão.

O jornalista João Domingos, de O Estado de São Paulo (Estadão), escreveu matéria com o título: Dilma começa a nomear candidatos derrotados do PMDB. Na matéria, o jornalista cita o ex-deputado federal e primeiro suplente do PMDB da Bahia, o médico Colbert Martins da Silva Filho. Confira a seguir:

Presidente oferece cargos no segundo e terceiro escalões do governo como prometido à direção do partido antes da demonstração de fidelidade na votação do mínimo.

A presidente Dilma Rousseff começou a dar um lugar para os derrotados do PMDB no segundo e terceiro escalões do governo, conforme havia prometido à direção do partido antes da demonstração de fidelidade da legenda na votação do salário mínimo de R$ 545, no mês passado.

O Diário Oficial da União desta quarta-feira publicou a nomeação do ex-deputado Colbert Martins, da Bahia, para comandar a Secretaria Nacional de Desenvolvimento do Turismo, do Ministério do Turismo. O ato foi assinado pelo ministro Antonio Palocci (Casa Civil), ao qual cabe nomear as pessoas para estes cargos.

Colbert Martins, que já pertenceu ao PPS e se transferiu para o PMDB por influência do ex-ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), tentou a quarta eleição em outubro. Mas não obteve êxito numa disputa em que o PMDB se saiu muito mal na briga com o PT na Bahia. O próprio Geddel foi candidato a governador, mas acabou derrotado pelo petista Jaques Wagner, que foi reeleito.

O Ministério do Turismo é da cota do presidente do Senado, José Sarney (AP), que indicou o deputado Pedro Novais (MA) para titular da pasta. Novais protagonizou o primeiro grande escândalo dos ministros da presidente Dilma Rousseff. Em junho do ano passado, ele financiou com dinheiro da Câmara uma festa num motel de São Luís, ao custo de R$ 2,1 mil.

Nomeação

A divulgação da notícia de que o ex-deputado Colbert Martins (PMDB) foi nomeado nesta quarta-feira, 09, para o cargo de secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, cujo ministério está sob o comando de Pedro Novais (PMDB-MA). Tornou-se alvo de muitos comentários na cidade de Feira de Santana. Um dos mais ouvidos e difundidos é que finalmente ele encontrou a sua verdadeira vocação, fazer turismo as custa do erário. Prática muito utilizada pelo parlamentar baiano enquanto deputado.

Diário Oficial da União (DOU)

Foi divulgada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 09/03, Nº 696, a nomeação de COLBERT MARTINS DA SILVA FILHO, para exercer o cargo de Secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo do Ministério do Turismo. O ato foi assinado pelo Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho. Na cidade desde ontem quando retornou do Rio de Janeiro, Colbert já foi comunicado sobre a nomeação.

Atribuições

A Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo subsidia a formulação dos planos, programas e ações destinados ao desenvolvimento e ao fortalecimento do turismo nacional. Também estabelece e acompanha os programas de desenvolvimento regional de turismo e a promoção do apoio técnico, institucional e financeiro necessário ao fortalecimento da execução e da participação dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios nesses programas.

Biografia de Colbert Martins da Silva Filho

Nascimento: 02/10/1952 – Feira de Santana, BA

Profissão: Médico

Filiação: Colbert Martins da Silva e Elizabeth Gomes Martins

Legislaturas: 1995-1999, 2003-2007, 2007-2011.

Gabinete: 319, Anexo 4, Fone: 3215-531, Fax: 3215-231 Email:dep.colbertmartins@camara.gov.br.

Mandatos Eletivos:

Deputado Estadual, 1991-1995, BA, PMDB; Deputado Federal, 1997-1999, BA, PMDB; Deputado Federal, 2003-2007, BA, PPS; Deputado Federal, 2007-2011, BA, PPS;

Suplências e Efetivações:

Assumiu e foi efetivado no mandato de Deputado Federal, na legislatura 1995-1999, em 2 de janeiro de 1997, em virtude do afastamento do Deputado Fernando Gomes.

Filiações Partidárias:

PMDB, 1980-1997; PMDB, 2007-; PPS, 1997-2007.

Atividades Profissionais e Cargos Públicos:

Professor, Univ. Estadual de Feira de Santana, BA, 1989; Chefe de Medicina Social, INAMPS, Feira de Santana, BA, 1986; Diretor Regional de Saúde, 1987, e Médico, 1988-, Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, Feira de Santana, BA; Subsecretário de Saúde do Estado da Bahia, 1989.

Estudos e Graus Universitários:

Medicina, UFBA, Salvador, 1971-1977; Residência Médica em Cirurgia Vascular, INAMPS, Salvador, BA, 1978-1980; Mestrado em Saúde Coletiva, UEFS, Feira de Santana, BA, 1998-2000.

Atividades Sindicais, Representativas de Classe e Associativas:

Diretor, Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia, Salvador, 1990-1992; Vice-Presidente, Associação Baiana de Medicina, Salvador, BA, 1995-1997.

Missões Oficiais:

18ª Reunião Ordinária da Comissão Internacional para Conservação do Atum Atrântico – ICCAT, Dublin, Irlanda, 17/11/2003; Avaliar In Loco a situação da demarcação em área contínua da Reserva Indígena Raposa Serra do Sol, Boa Vista, RR, 16/02/2004; Reuniões do PARLATINO – Comissão de Agricultura, Buenos Aires, Argentina, 12/05/2004; XX Assembléia do PARLATINO, São Paulo, SP, 10/12/2004; Reunião do COINFRA pela Comissão de Desenvolvimento Urbano, São Paulo, SP, 29/04/2005; XXI Assembléia do PARLATINO, São Paulo, SP, 25/11/2005; Trigésimo Período Ordinário de Sessões da CICAD, Washington D.C., EUA, 06/12/2005; Diligências com a finalidade de apurar denúncias sobre vazamento de informaçõs sigilosas no âmbito da CPI Tráfico de Armas, Uruguaiana, RS, 06/03/2006; Investigações e oitiva de testemunhas In Loco – CPI Tráfico de Armas, Recife, PE, 19/06/2006.

O deputado federal Colbert Martins PMDB-BA, pronunciou no plenário da Câmara Federal, em 15 de abril de 2009, o seguinte discurso:

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, gostaria de deixar registrado o falecimento de Judélio de Souza Carmo, que, ainda aos 17 anos, demonstrou sua aptidão jornalística escrevendo artigos e matérias informativas no jornal A TARDE, principalmente sobre Alagoinhas, na Bahia – sua terra natal. Logo depois, aos 18 anos, é contratado pelo Dr. Jorge Calmon e dedica-se à produção intensiva de notas, reportagens, entrevistas de grande importância para esse jornal – o maior do Norte e Nordeste do Brasil -, o que lhe granjeou credibilidade e reconhecimento, facultando, assim, o recebimento de muitos prêmios por esses trabalhos.

Também se integra ao corpo jornalístico da revista O Cruzeiro, pela qual se aproxima do então Ministro Mário Andreazza, a quem reivindica a inclusão da BR-101 à rota de Alagoinhas, para o que se fez necessário alterar a rota original que passaria nas imediações da cidade de Irará. Era o uso do prestígio pessoal para beneficiar sua cidade do coração.

Aos 20 anos, ganha sua primeira eleição para a Câmara de Vereadores de Alagoinhas, em 1966, e, em 1972, então com 27 anos, torna-se Prefeito de Alagoinhas, numa campanha que contou com destacadas personalidades da Política Nacional, como: Nelson Carneiro, Chico Pinto, Ulisses Guimarães, Danton Jobim, Colbert Martins, Josaphat Marinho, dentre outros.

Nesse período, realizou importantes obras, como a criação do Distrito Industrial de Sauípe – DISAI; implantação de várias indústrias, com destaque para o resgate da produção curtumeira, o que trouxe para Alagoinhas a Companhia Industrial Brasil-Espanha – BRESPEL; a fábrica de postes de cimento e derivados CAVAN. Também dá início aos estudos do Polo Cerâmico de Alagoinhas não só pela investigação das jazidas existentes, como, e principalmente, pela busca de empresas do ramo para instalação em sua terra natal.

Vale salientar, ainda, a sua influencia na instalação do Banco do Nordeste do Brasil, bem como da Companhia do Exército.

Volta logo depois para seu segundo mandato, em 1983, pensando em obras estruturantes de grande importância para os dias atuais, como a Central de Abastecimento, modernização do sistema viário do centro da cidade, implantação da Avenida Senador Lourival Batista, construção do Terminal de Coletivos e macrodrenagem do Rio Catu.

Engaja-se no movimento das Diretas-Já e se integra à campanha do Governador Waldir Pires, tornando-se depois assessor do Governador Nilo Coelho, que sucede a Waldir no Governo do Estado.

Em 1996, ganha eleição para Vice-Prefeito e recomeça sua luta por Alagoinhas, dando ênfase à saúde pública, com implantação do Aterro Sanitário Municipal e obras de urbanismo e saneamento na periferia – São Crispim. Mesmo quando não estava ocupando cargo público, Judélio preocupava-se com o desenvolvimento de Alagoinhas e buscava meios de interferir nas questões sociopolíticas do interesse de sua cidade.

Faleceu de infarto fulminante, em sua residência, no último dia 9 de abril e deixa um casal de filhos e uma neta. O filho, Gustavo Carmo, exerce o mandato de Vereador pelo PMDB.

Era o que tinha a dizer.

Muito obrigado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115091 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.