Bahia terá primeira grande indústria de água de coco

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Líder na produção de coco, a Bahia terá a primeira grande indústria de água de coco, implantada em Juazeiro, no Núcleo 2 do Projeto Curaçá, pela empresa Ducoco Alimentos. A decisão dos empresários Marcos Frota e Mário Vital, respectivamente presidente executivo e diretor de operações da Ducoco, foi anunciada durante reunião, realizada nesta quinta-feira, (24/03/2011), no gabinete do secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles. A nova indústria vai entrar em funcionamento a partir de abril deste ano, processando de 35 a 40 mil frutos/dia, e produzindo 12.500 litros de água de coco/dia. Também participaram do encontro o superintendente de Política do Agronegócio da Seagri, (SPA), Jairo Vaz, o prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, Agnaldo Meira, secretário da Agricultura, e Carlos Neiva, secretário de Planejamento da prefeitura de Juazeiro.

“A Bahia é o maior produtor de coco do Brasil e não possuímos até hoje uma grande indústria processadora de coco para agregar valor ao nosso produto, mas essa realidade começa a ser mudada”, comemora o secretário Eduardo Salles, prevendo que com a implantação da indústria Ducoco a área plantada de coco na região de Juazeiro, que chega hoje a mais de mil hectares será duplicada em menos de dois anos, gerando centenas de empregos na região. Para o diretor de operações da Ducoco, “não fazia o menor sentido querermos ser a maior indústria do setor no País e não estar presente no Estado que é o maior produtor”. Eduardo Salles lembrou ainda que a chegada da Ducoco a Juazeiro é mais um importante passo na agroindustrialização do Estado e no fortalecimento da economia do município, que está ganhando também uma unidade da Casa Valduga para processar as frutas produzidas no Vale do São Francisco.

De acordo com o prefeito Isaac Carvalho, a atração da Ducoco é fruto de um trabalho conjunto da prefeitura de Juazeiro e do governo do Estado, através da Seagri, com apoio da Codevasf e Associação de Produtores do Projeto Curaçá. “A agroindustrialização está no foco do município para agregar valor à agricultura irrigada”, disse o prefeito.

Mas os planos da Ducoco são de crescimento na Bahia. “Vamos implantar uma fábrica compacta em Juazeiro, mas nosso objetivo é instalar mais duas unidades e até o final do ano decidir pela implantação de um grande projeto agropecuário, com área de plantio de coco própria de um ou dois mil hectares irrigados”, disse o presidente executivo Marcos Frota. Ele explicou ainda que a primeira unidade seria instalada no município de Sousa, no sertão paraibano, “mas optamos por Juazeiro, na Bahia, por causa da localização geográfica, da oferta de água, da produção de coco com qualidade e regularidade, da infraestrutura do município e por conta da segurança política/administrativa dos governos municipal e estadual”.

O superintendente de Política do Agronegócio da Seagri, Jairo Vaz, destacou que a água de coco é um produto natural e saudável e o consumo está em alta nos mercados, com forte crescimento nas exportações. Ele lembrou ainda que a Ducuco vai trabalhar consorciada com os produtores da região, em sua maioria agricultores familiares, garantindo mercado para o coco, principalmente na época mais crítica, entre os meses de março a novembro.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113512 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]