Tremores de terra atingem parte do Chile

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Brasília – No dia em que o Chile parou para lembrar um ano do pior terremoto dos últimos 50 anos, o país viveu mais um momento de apreensão. Nesse domingo (27/02/2011), por volta das 22h49, foi registrado um terremoto de 4,9 graus na escala Richter, segundo o Instituto de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos (cuja sigla em inglês é USGS).

No entanto, o Escritório de Emergências do Chile (cuja sigla em espanhol é Onemi) informou que na região de BioBío os tremores chegaram à magnitude de 5,9 graus na escala Richter. As áreas atingidas, segundo o Onemi, são Maule, BioBío, Araucanía e Los Ríos. Não há registro de vítimas nem de danos mais graves, segundo o órgão.

Ontem (27) o Chile parou para lembrar um ano do terremoto de 8,8 graus na escala Richter, considerado o pior das últimas cinco décadas. Morreram pelo menos 600 pessoas e 200 mil ficaram desabrigadas. Escolas, hospitais e prédios públicos, além de vários privados, foram destruídos no terremoto seguido de tsunâmi de 27 de fevereiro de 2010.

Ao lembrar um ano do terremoto, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, apelou para que a população busque a unidade em torno da reconstrução do país. As informações são da Presidência da República do Chile.

“Quero fazer um apelo a todos os chilenos de boa vontade, em tempos como estes, diante das adversidades, dos desafios atuais, do terremoto e das possibilidades de futuro: nós precisamos de unidade mais do que nunca”, disse Piñera.

Ele reiterou que estes são tempos de união e não divisão. “É um momento de espírito construtivo e não destrutivo. É um momento de grandeza, não de ninharias, é um momento de coragem, não temais”.

*Com informações da Agência Brasil

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113876 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]