SEAGRI quer tornar a Bahia livre da febre aftosa sem vacinação até 2014

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Tornar a Bahia estado livre da febre aftosa sem vacinação até o ano de 2014. Esta é meta principal da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), que por meio da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), planeja ações estratégicas e define pleitos a serem apresentados ao Ministério da Agricultura (Mapa).
Diretores, técnicos, coordenadores e fiscais agropecuários da Adab estão discutindo o assunto em um seminário iniciado nesta terça-feira (01/02/2011) e que se estende até a próxima quinta-feira (03/02) no auditório da EBDA, em Salvador. Umas das ações que serão propostas ao Mapa é a vacinação de animais com até 24 meses na Campanha Contra Febre Aftosa, em novembro deste ano.
A iniciativa da Seagri/Adab conta com o apoio dos pecuaristas baianos, que juntamente com o Ministério da Agricultura, têm sido parceiros importantes do trabalho do Governo do Estado, que tem alcançado recordes sucessivos de índice vacinal contra a Aftosa.
Conscientização 
De acordo com João Martins, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), o plano “será um avanço para a Bahia e um passo importante para impulsionar o setor agropecuário baiano em nível nacional e internacional”.
O secretário da Agricultura, Eduardo Salles, destacou a importância do trabalho que vem sendo feito pelos técnicos da Adab. Ele também ressaltou o apoio do Ministério da Agricultura e disse que “este é um trabalho feito por muitas mão. A evolução que temos conseguido é fruto da conscientização de todos os entes envolvidos”.
“Todas as atividades estão inseridas em um objetivo maior do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção Contra a Febre Aftosa na Bahia, que é assegurar uma condição sanitária capaz de promover ao Estado um status Livre de Febre Aftosa sem Vacinação, com muita responsabilidade na busca de novos caminhos para a pecuária baiana”. Para Salles, o status almejado será de grande importância para a redução de custos da pecuária baiana e para a exportação da carne produzida na Bahia. Um dos caminhos para conquistar esse desafio é a implementação do Plano de Vigilância Epidemiológica para todo o Estado da Bahia, com destaque para a recém-criada Zona de Proteção.
O Plano, seguindo a orientação do Código Zoosanitário Internacional da Organização Mundial de Saúde (OIE), contempla ações referentes ao controle e fiscalização do trânsito de animais, visitas e georeferenciamento de propriedades, vacinação assistida e educação sanitária entre outras ferramentas.
“É o momento de unir tecnologia de informação, força de trabalho e vontade política para consolidar a atividade pecuária na Bahia, articulando e compartilhando ações de defesa com todos os elos do setor”, defende o diretor geral, em exercício, da Adab, Paulo Emílio Torres.
Defesa sanitária 
Com relação à vacinação contra a aftosa para animais até 24 meses, a Adab também pretende apresentar ao Ministério da Agricultura um plano de ação, demonstrando a eficiência do serviço de defesa sanitária do Estado. “Ao longo dos anos, a Bahia vem superando recordes de índices vacinais. Isso mostra a consciência do criador para a questão da sanidade de seu rebanho e o compromisso do Governo do Estado pelo desenvolvimento desta atividade”, lembra o diretor de Defesa Sanitária Animal, Rui Leal.
Por sua vez, o presidente da Faeb, João Martins, lembra que a vacinação dos animais até 24 meses é um pleito antigo dos criadores e que as ações realizadas pela Adab confirmam que, tecnicamente, o estado está em condições de ser atendido neste pleito.
As atividades do seminário prosseguem nesta quarta-feira (02/02) com a elaboração do plano de ação para a erradicação e prevenção da febre aftosa de 20011 a 2014. Na quinta-feira (3), ultimo dia do evento, serão discutidos aspectos da Lei de Defesa Sanitária.
Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108038 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]