SEAGRI propõe políticas públicas para movimentos sociais

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
“Nenhuma política pública proposta pela Seagri deixará de ouvir os movimentos sociais organizados”, declarou o secretário da Agricultura, Eduardo Salles, na abertura, nesta sexta-feira (04/02/2011), da reunião sobre Planejamento Estratégico Anual promovida pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado da Bahia (Fetag).
O encontro prossegue no sábado (05/02), na sede da Organização Fraternal São José, no Largo de Roma, em Salvador. Para Salles, o evento “vai finalizar, para os governos estadual e federal, os caminhos para o sucesso da agricultura familiar do Estado da Bahia”.  Na visão do secretário, os movimentos são legítimos e é preciso buscar soluções para suas demandas. “Esses movimentos devem ser vistos como parceiros que pretendem ajudar a reforma agrária na Bahia”, completou.
Fortalecimento 
Segundo o presidente da Fetag, Cláudio Bastos, a agricultura familiar baiana precisa se fortalecer. “Para tanto, é preciso que os nossos sindicatos estejam alinhados, que as nossas secretarias estejam alinhadas”, disse. Bastos lembra que para haver uma integração das políticas na sociedade, “é preciso que façamos uma integração interna. É importante que promovamos o debate das políticas públicas de forma alinhada em todas as regiões”, destacou.
O presidente da Fetag ressaltou ainda que é importante para o segmento agropecuário do Estado ter Afonso Florence como ministro. “Esse é mais um motivo para os movimentos sindicais se organizarem de forma estratégica. Além de tudo, ele é baiano”, sinalizou.
A Fetag, de quatro em quatro anos, a cada nova mudança de diretoria, elabora um Planejamento Estratégico para traçar metas e definir as ações da entidade a serem executadas nos anos seguintes. “O nosso grande desafio é planejar, de forma bem estruturada e estratégica, o que será executado nos próximos quatro anos”, explicou Bastos. De acordo com ele, somente com organização e debate qualificado, a Fetag conseguirá atingir os seus objetivos. A entidade atua em todos os municípios baianos e representa 410 sindicatos.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113826 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]