Presidenta Dilma Rousseff anuncia guerra contra o crack

Presidenta Dilma Rousseff durante abertura do seminário de implantação dos Centros Regionais de Referência em Crack e Outras Drogas, no Palácio do Planalto.
Presidenta Dilma Rousseff durante abertura do seminário de implantação dos Centros Regionais de Referência em Crack e Outras Drogas, no Palácio do Planalto.
Presidenta Dilma Rousseff durante abertura do seminário de implantação dos Centros Regionais de Referência em Crack e Outras Drogas, no Palácio do Planalto.
Presidenta Dilma Rousseff durante abertura do seminário de implantação dos Centros Regionais de Referência em Crack e Outras Drogas, no Palácio do Planalto.

A presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira (17/02/2011) a implantação de 49 Centros Regionais de Referência em Crack e Outras Drogas (CRR) em universidades federais das cinco regiões brasileiras. Dilma reafirmou o compromisso do governo na luta contínua do combate às drogas, especialmente o crack, “para que um País como o nosso não tenha sua juventude vulnerabilizada”. Ela afirmou que está iniciando uma luta sem quartel contra o tráfico e consumo da droga. A estimativa é de que pelo menos 500 mil pessoas façam uso da droga no Brasil.

Nos próximos 12 meses, os centros de referência vão capacitar 14,7 mil profissionais como médicos, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais e agentes comunitários em 844 municípios de 19 estados brasileiros. Para a presidenta Dilma, o combate de um problema como o crack requer profissionais altamente capacitados para tratamento do usuário e apoio às famílias. Segundo a presidenta, o projeto será “uma das armas mais fortes de combate e prevenção às drogas”.

A presidenta frisou ainda a importância do envolvimento multissetorial no combate às drogas e criminalidade, e lembrou que “a valorização dos professores e professoras do nosso País” é imprescindível nesse processo e uma meta de seu governo. Além disso, ressaltou a presidenta, é necessário envolver instituições como a Política Federal para o combate ao crime organizado, tráfico de drogas e fortalecimento das fronteiras.

Em março, o governo federal deve lançar o maior estudo do mundo sobre o crack. De acordo com a Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas, 22 mil pessoas de diversos estados brasileiros participaram da pesquisa, que traçará o mapa do consumo de crack no País a partir da amostragem e servirá como embasamento para políticas públicas para enfrentamento da droga.

Centros de referência

Cada projeto terá até R$ 300 mil do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) para capacitação de 300 profissionais. Os cursos vão abordar o gerenciamento de casos, a reinserção social e o aconselhamento motivacional, assim como o aperfeiçoamento de médicos atuantes no Programa de Saúde em Família, no Núcleo de Assistência à Saúde da Família e profissionais do Sistema Único de Saúde e do Sistema Único de Assistência Social.

A iniciativa faz parte do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas, lançado no ano passado pelo governo federal. O Plano prevê, também, a ampliação do número de leitos de internação de usuários, a ampliação do número de Centros de Referência de Assistência Social e dos Centros de Referência Especializada de Assistência Social, a realização de estudos e pesquisas, a ampliação do horário de atendimento do VivaVoz, a criação de centros de pesquisa e novas metodologias de tratamento e reinserção social, e medidas de enfrentamento ao tráfico.

Presidenta Dilma Rousseff anuncia guerra contra o crack.
Presidenta Dilma Rousseff anuncia guerra contra o crack.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115124 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.