Para presidente do legislativo feirense o prefeito faz uma boa administração, mas alerta que política se faz com amigos e não com adversários

O presidente do legislativo feirense, Antônio Francisco Neto, (Ribeiro).
O presidente do legislativo feirense, Antônio Francisco Neto, (Ribeiro).
O presidente do legislativo feirense, Antônio Francisco Neto, (Ribeiro)
O presidente do legislativo feirense, Antônio Francisco Neto, (Ribeiro)

O presidente do legislativo feirense, Antônio Francisco Neto, (Ribeiro). Vereador veterano que exerce o quinto mandato consecutivo, sempre atuando com muita coerência e sob a sigla do Democratas, foi entrevistado pelo JGB, em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira (25/02/2011). Oportunidade em que fez abordagem sobre temas políticos diversos e em especial sobre as suas perspectivas e desafios frente a sua administração nestes próximos dois anos.

Na abertura da entrevista ocorreu em clima de total descontração, ele insistiu no argumento que este será o seu último mandato atuando como vereador, mas se preocupa em fazer a ressalva de que não pretende se manter afastado da política e nem descarta a possibilidade de em um futuro próximo participar de uma candidatura objetivando uma vaga na Assembleia Legislativo do Estado.

Perspectivas

Tendo assumido à presidência do legislativo feirense para o biênio 2011 e 2012, Ribeiro foi enfático ao afirmar que a Câmara Municipal de Feira de Santana é plenamente administrável e quando assumiu o cargo herdou de seu antecessor, Antônio Carlos Passos Ataide (Carlito do Peixe), uma administração totalmente saneada. Ele destaca como a grande dificuldade enfrentada pela sua administração é no tocante aos servidores, embora realize um trabalho de excelente nível, o problema se apresenta com a questão da idade deles que os aproxima da aposentadoria. “O meu objetivo para sanar este problema é promover um concurso público que permita a contratação e consequentemente a reposição destes funcionários”.

Outra iniciativa que o presidente pretende adotar em sua administração é acabar em definitivo com o aluguel do Painel Eletrônico da Casa que resulta no custo mensal de R$ 2.300,00 , e com o término do contrato atual, o seu valor dever sofrer um significativo acréscimo. “Vamos fazer um esforço no sentido de realizar a compra do aparelho”. Ele também destacou a necessidade de investir na aquisição de aparelhos com tecnologias mais avançadas para substituir os existentes, que em grande parte se encontram defasados.

Governo Municipal

Com relação ao nível da qualidade administrativa que vem sendo implantada no município, pelo prefeito Tarcízio Pimenta e o considerável índice de rejeição registrado junto à população, o presidente que faz parte da bancada de sustentação ao governo na Câmara Municipal foi muito diplomático em sua análise.

Ele atribui o grau de rejeição existente ao fato da população não ter se conscientizado ainda do bom trabalho que vem sendo realizado pelo prefeito. E cita como exemplo a implantação do sistema integrado de transportes coletivos, pavimentação de ruas, restauração e construção de prédios escolares, digitalização na rede de ensino municipal, entre outras incontáveis conquistas no campo social.

No encerramento da entrevista, de forma sútil, Ribeiro fez questão de pronunciar uma frase emblemática: “na minha humilde visão, política se faz com os amigos e não com os adversários”. Ao que parece ao sentenciar a frase o presidente deu uma demonstração de estar preocupado com a situação e procurou emitir uma alerta ao prefeito.

Sobre Carlos Augusto 9717 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).