ONU quer forças de paz com 20% de mulheres até 2014

Forças de paz.
Forças de paz.
Forças de paz.

Plano faz parte do pedido do Conselho se Segurança, feito há 10 anos, para aumentar a participação feminina na construção da paz.

As Nações Unidas lançaram um plano para recrutar mais mulheres para as forças de paz. Até 2014, a organização pretende que pelo menos 20% das tropas policiais das missões sejam compostos de mulheres.

A maior participação feminina na construção da paz foi pedida pelo Conselho de Segurança há 10 anos, na resolução 1325.

Mais Voz

Nesta terça-feira, o órgão voltou a discutir o tema com base num estudo apresentado pelo subsecretário-geral das Operações de Paz, Alan Le Roy.

Pela resolução, aprovada em 2000, a ONU teria que buscar acabar com a violência sexual entre mulheres e meninas em conflitos armados e a encorajar maior participação feminina em iniciativas de paz.

Segundo a pesquisa, divulgada nesta terça-feira, em Nova York, as missões de paz devem trabalhar com mulheres no terreno, autoridades e países-membros para dar mais voz às mulheres em negociações de paz, e situações pós-conflito.

Preconceito

O estudo mostrou que apesar de progressos, ainda existe preconceito e discriminação às mulheres.

Alguns países registraram ganhos na área de policiamento e de construção da paz com a ajuda feminina entre eles Burundi, na África, e o Timor-Leste, o país de língua portuguesa no sudeste da Ásia.

No momento, as mulheres formam 9% da força policial das missões de paz, 3% a mais que em 2005.

Libéria, Timor-Leste e Haiti tem batalhões só compostos por mulheres.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109955 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]