OIT analisa situação de trabalhadores com deficiência física

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Workshop, realizado na Tailândia, discutiu incentivos a empresas que contratam pessoas com deficiência; Brasil tem 340 mil trabalhando.

A Organização Internacional do Trabalho, OIT, promoveu em Bangcoc, na Tailândia um workshop sobre a situação de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

O evento, realizado nesta terça-feira com a Confederação de Empregadores do país, debateu leis e redução de impostos às empresas que contratam pessoas com deficiência.

Dados Oficiais

No Brasil, a Lei de Cotas, criada em 1991 e instituída em 2000, determina que empresas com mais de 100 trabalhadores reservem 2% de vagas a profissionais com deficiência. Um dos especialistas no país, o juiz Ricardo Tadeu, que perdeu a visão aos 23 anos, contou à Rádio ONU, de Porto Alegre, que a medida tem funcionado.

“Normalmente as empresas pensam que essa lei é uma ação assistencialista. Pelo contrário, as empresas que a aplicam aprendem que a pessoa com deficiência é tão producente quanto qualquer outra. A inserção da pessoa com deficiência nas equipes acaba gerando alta motivação do grupo, porque a capacidade da pessoa em superar seu limite acaba contaminando a equipe” declarou.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, o Brasil emprega atualmente cerca de 340 mil pessoas com deficiência física.

Mas de acordo com Ricardo Tadeu, o número ainda é baixo e deveria chegar a 700 mil profissionais. Segundo o juiz, a maioria dos empregos no Brasil está em companhias de pequeno porte.

Fonte: Pedro Nakano, da Rádio ONU em Nova York.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112854 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]