Prefeito Antônio Dessa Cardozo atribui crescimento da violência em São Gonçalo às constantes ausências do delegado no município

Prefeito Antônio Dessa Cardozo (Furão) é entrevistado por Valter Vieira.
Prefeito Antônio Dessa Cardozo (Furão) é entrevistado por Valter Vieira.

Demonstrando irritação com os fatos ocorridos no final de semana em São Gonçalo dos Campos, quando uma mulher morreu e dois rapazes saíram baleados durante uma festa, o prefeito daquele município Antônio Dessa Cardozo (Furão). O prefeito concedeu entrevista nesta segunda-feira (14/02/2011) ao radialista Valter Vieira, do programa Ronda Policial, da rádio Subaé. Furão criticou o delegado Jean Silva (foto) e informou que vai procurar à Secretaria de Segurança Pública para solicitar a sua transferência da cidade.

O prefeito de São Gonçalo inicia a entrevista (gravada) ironizando o delegado. ” Eu estou dando essa entrevista às 10h15 da manhã desta segunda-feira, o delegado ainda não chegou na cidade depois de um final de semana tão violento, mas se chegou deve estar escondido. Eu já liguei para lá (delegacia), mas até agora nada, pelo menos me disseram que não está”, disparou Furão.

Segundo o prefeito de São Gonçalo, é raro o delegado aparecer na cidade e que é tão raro quanto achar ouro. ” Ele só aparece na cidade quando a TV Subaé vem a cidade fazer gravação, aí ele vem dar entrevista, todo engravatado “, debochou Antonio Dessa.

Furão poupou os policiais civis e militares que estavam na festa, alegando que fizeram de tudo, mas dependem de comando. ” Quero cobrar do comando da Polícia Militar, Major Joselito que é o responsável pela polícia ostensiva que é subordinada a Santo Amaro da Purificação ” declarou.

O prefeito Furão informou que está com audiência marcada com o vice-governador Otto Alencar e que vai pedir também uma audiência com o secretário de Segurança, Maurício Barbosa, para solicitar a transferência do delegado. ” Vou pedir ao secretário que bote em São Gonçalo, um delegado que goste de trabalhar. Seria bom, um que more na cidade, mas se não gostar de morar na cidade, que venha todos os dias à delegacia ” declarou o prefeito.

Marrento e Posudo

No seu estilo provocador, o prefeito de São Gonçalo não poupou adjetivos para demonstrar sua irritação com o delegado Jean Silva. ” Ele é um irresponsável, inconsequente, preguiçoso, marrento, posudo “, acusou Furão.

Segundo o prefeito, durante as festas do São João do ano passado precisou contratar 150 homens para fazer a segurança do local, enquanto o delegado ficou numa área restrita, em frente ao palco, namorando e dançando a noite inteira.

” Meu Deus, tô correndo risco depois desta entrevista, do jeito que ele é posudo, marrento “, disparou Furão. Finalizando a entrevista, o prefeito de São Gonçalo acrescentou: ” Depois, o deputado José Neto vem me pedir um pouco de paciência. Faça-me uma garapa “.

O prefeito lembrou também dos benefícios promovidos por ele na delegacia do município.

*Com informações do Blog Central de Polícia

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.