O ex-ministro Geddel Vieira Lima afirma que pensamento político de João Henrique é incompreensível

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

No aguardo. Essa é a posição do ex-ministro Geddel Vieira Lima sobre seu futuro. Em entrevista a Mário Kertész, na manhã da última quinta-feira (10/02/2011), durante o Jornal da Bahia no Ar, ele informou que vai esperar uma definição nacional do PMDB.

Nos últimos dias, muito se especulou sobre a ida de Geddel Vieira Lima para algumas estatais como a Eletrobras, Caixa Econômica Federal e Furnas. “Tenho acompanhado as especulações. Acho até naturais”, disse.

Geddel apontou mais uma hipótese, que seria reassumir a presidência do PMDB na Bahia, e disse que não tem trabalhado para ingressar no governo Dilma. De acordo com ele, o momento está sendo de reorganizar a vida empresarial e iniciar as articulações para as eleições de 2012. “Mas eu sou um quadro partidário. Não posso chegar para o partido e dizer que a minha vontade é exclusiva. Aí você perde um espaço que não pode perder”, ponderou.

ELEIÇÕES – Em relação às eleições de 2012, Geddel não descartou ser o candidato do PMDB. “Não posso dizer: ‘dessa água não beberei’. Não é esse meu projeto, mas quem faz política não pode guiar o processo pela sua cabeça, pela sua vontade exclusiva”.

No mesmo tempo que se colocou fora da disputa, o ex-ministro citou algumas alternativas. Os nomes lembrado por ele foram o do ex-secretário municipal Fábio Mota, do deputado e ex-presidente da Câmara de Salvador, Alan Sanches, e do ex-deputado federal e presidente do Esporte Clube Bahia, Marcelo Guimarães Filho.

JOÃO HENRIQUE – “Hoje eu não entendo muito a cabeça do prefeito”. Assim o ex-ministro tentou justificar as últimas ações do prefeito de Salvador, João Henrique. Geddel relembrou a primeira eleição de João Henrique, quando o PMDB apoiou Lídice da Mata e o atual prefeito teve o apoio do PT. “A cara do governo João Henrique era a cara do PT. Isso é uma verdade”, afirmou.

Em seguida, o ex-ministro falou novamente sobre a ida do prefeito para o PMDB, o apoio para a reeleição de João Henrique e lamentou o afastamento depois de eleito. “Tomei atitudes concretas para a população de Salvador. Qualificamos a gestão, começamos a modificar a administração da cidade. Me avisaram tanto, mas eu continuo acreditando na espécie humana”, disse.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108791 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]