Líder do governo diz que base entendeu a importância de fixar o salário mínimo em R$ 545,00

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), se disse otimista com a decisão que a Câmara dos Deputados tomará sobre o piso salarial do país.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), se disse otimista com a decisão que a Câmara dos Deputados tomará sobre o piso salarial do país.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), se disse otimista com a decisão que a Câmara dos Deputados tomará sobre o piso salarial do país.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), se disse otimista com a decisão que a Câmara dos Deputados tomará sobre o piso salarial do país.

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), se disse otimista com a decisão que a Câmara dos Deputados tomará nesta quarta-feira (16/02/2011) sobre o piso salarial do país. Ele afirmou que está confiante na aprovação do valor de R$545,00 e assegurou que a matéria será votada na próxima semana no Senado.

– Eu estou otimista. Acho que a base do governo entendeu a importância do salário mínimo de R$545,00. Entendeu que esse valor significa austeridade, responsabilidade fiscal, combate à inflação e a aprovação de uma regra que vai dar ganho real para a classe trabalhadora ao longo dos próximos anos do governo de Dilma Rousseff.

Na opinião de Jucá, há um consenso no Legislativo de que o começo de governo é um momento decisivo para a estabilidade econômica e que precisa ser assumido pela base. O líder também explicou que a votação na Câmara se processará em quatro etapas.

– Primeiro, vota-se a regra que vai prevalecer sobre os reajustes do piso salarial, ressalvado o valor. Em seguida, vota-se a emenda para um salário de R$560,00, depois para um salário de R$600,00 e depois para um salário de R$545,00. Essa votação com certeza entrará pela noite.

O que o líder do governo considera fundamental é que essa votação aconteça ainda hoje à noite. Em seguida, seus esforços se voltarão para fazer a matéria ser aprovada no Senado, antes que a pauta seja ocupada por medidas provisórias capazes de bloquear as votações do plenário.

A votação do salário mínimo na Câmara é o primeiro grande teste político da presidente Dilma Rousseff no Legislativo. Durante toda esta terça-feira (15/02), foram intensas as conversas entre partidos, governo e centrais sindicais para se chegar a um acordo. À noite, os deputados aprovaram regime de urgência para votação da matéria.

*Com informações da Agência Senado

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113508 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]