Líder do DEM na Câmara Federal defende reforma política completa

Magalhães Neto é contrário ao fatiamento da reforma política.
Magalhães Neto é contrário ao fatiamento da reforma política.
Magalhães Neto é contrário ao fatiamento da reforma política.

O novo líder do DEM, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (BA), defende a aprovação de uma reforma política completa já neste semestre. “Para nós, é fundamental aprovar a reforma política no começo deste ano. Não dá para ser fatiada, tem que ser completa”, afirmou. Magalhães Neto foi eleito líder da bancada na última segunda-feira, em substituição ao deputado Ronaldo Caiado (GO).

Entre os temas a serem debatidos na reforma, o deputado ressaltou o financiamento público de campanha, o voto em lista fechada e o fim das coligações proporcionais de partidos. Ele afirmou que a necessidade da reforma política é um consenso na Câmara.

Segundo o líder, o partido também quer fortalecer os municípios e garantir mais recursos para eles com uma reforma tributária. “Queremos discutir de que forma os municípios e estados podem ter mais independência”, disse. A pauta da reforma tributária, na opinião do líder do DEM, também deve incluir a desoneração da folha de pagamento.

Outro ponto apontado pelo parlamentar como prioridade é o financiamento da saúde, por meio da aprovação da regulamentação da Emenda Constitucional 29.

ACM Neto diz que apagão teve causa política

O líder do Democratas na Câmara Federal, deputado ACM Neto, disse nesta sexta-feira (04/02/2011) que a grande causa do apagão que atingiu o Nordeste é, no fundo, de ordem política, e não técnica. “A causa maior do problema é o loteamento político dos cargos no setor elétrico nacional. Se tivéssemos pessoas técnicas e qualificadas para ocupar os cargos do setor, teríamos planos de contingência e reduziríamos em muito as chances de panes desse tipo ocorrerem”.

Neto afirmou que essa é uma “oportunidade única” para a presidente Dilma Rousseff (PT) “mudar a política de indicações privilegiando a competência técnica e não o “padrinho político”. “É o momento de a presidente mostrar que tem pulso e só colocar técnicos competentes nos cargos estratégicos. Esse deve ser o único critério”, ressaltou.

Perfil

Magalhães Neto, 31 anos, foi eleito para seu terceiro mandato como deputado federal pelos Democratas. Foi o candidato a deputado mais votado na Bahia em 2002, 2006 e 2010.

Natural de Salvador (BA) e formado em Direito (UFBA, 2001), é herdeiro político do avô – o ex-governador, ex-ministro e ex-senador Antonio Carlos Magalhães.

Em seu primeiro mandato, foi sub-relator de Fundos de Pensão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios. De 2005 a 2008, foi membro titular da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Em 2009/2010, foi o 2º vice-presidente e corregedor da Câmara, além de membro do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Foi vice-líder do PFL/DEM e líder do DEM na Câmara. Entre as proposições já apresentadas pelo deputado, está a que torna o Conselho de Ética mais rigoroso.

*Com informações da Agência Câmara

 

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115130 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.