EBDA promove palestra sobre crédito para irrigantes do distrito de Paulo Afonso

A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), em parceria com o Banco do Nordeste e o Distrito de Irrigação de Paulo Afonso (DIPA), reuniu, agricultores familiares que pretendem adotar a irrigação como fonte de melhoria para o desenvolvimento da lavoura.
A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), em parceria com o Banco do Nordeste e o Distrito de Irrigação de Paulo Afonso (DIPA), reuniu, agricultores familiares que pretendem adotar a irrigação como fonte de melhoria para o desenvolvimento da lavoura.
A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), em parceria com o Banco do Nordeste e o Distrito de Irrigação de Paulo Afonso (DIPA), reuniu, agricultores familiares que pretendem adotar a irrigação como fonte de melhoria para o desenvolvimento da lavoura.
A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), em parceria com o Banco do Nordeste e o Distrito de Irrigação de Paulo Afonso (DIPA), reuniu, agricultores familiares que pretendem adotar a irrigação como fonte de melhoria para o desenvolvimento da lavoura.

A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), em parceria com o Banco do Nordeste e o Distrito de Irrigação de Paulo Afonso (DIPA), reuniu, na última sexta-feira (11/02/2011), agricultores familiares que pretendem adotar a irrigação como fonte de melhoria para o desenvolvimento da lavoura. A reunião aconteceu no povoado do Tigre, em Paulo Afonso, e contou com toda a equipe técnica da EBDA e agentes de Desenvolvimento do Banco do Nordeste.

A prática da Irrigação visa melhorar o desempenho financeiro e produtivo da lavoura, possibilitar a expansão da fronteira agrícola e diminuir os riscos provenientes do fenômeno climático da seca. Com isso, o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), está proporcionando ao agricultor familiar todas as condições favoráveis para a ampliação e desenvolvimento da agricultura irrigada.

“Este é um expressivo avanço na historia da irrigação na nossa região. Neste momento o agricultor familiar conta com todas as ferramentas necessárias para produzir de forma independe sua atividade agrícola. A região de Paulo Afonso possui terras agronomicamente aptas para a irrigação, além de estar na região hidrográfica do São Francisco”, explicou o gerente regional da EBDA, em Paulo Afonso, Anttônio Almeida Junior.

Quiabo, melancia, banana, milho e maracujá são as culturas mais solicitadas pelos agricultores familiares que estiveram na reunião em busca de orientações e esclarecimentos de como executar a irrigação. Todas as dúvidas foram esclarecidas e os técnicos se colocaram a disposição para realizar as visitas que devem acontecer até o inicio do mês de março.

Os trabalhos são realizados em parceria. A EBDA executa as ações de assistência técnica e elabora os projetos. O DIPA, através da Superintendência de Irrigação da Seagri, automatizou desde o ano passado, a distribuição da água nos lotes do Projeto de Irrigação. O Banco do Nordeste disponibiliza linhas de crédito, que visam fomentar a atividade produtiva assegurando emprego e renda para essas famílias.

De acordo com engenheiro agrônomo da EBDA, Semário Farias, a elaboração do projeto é a peça chave para o bom desenvolvimento das ações de irrigação. “É preciso avaliar a área a ser irrigada e saber do agricultor quais os tipos de aptidão que ele tem na produção de sua lavoura, bem como sinalizar o que o mercado deseja. É preciso também que o agricultor esteja em dias com os órgãos de proteção ao crédito”, disse Semário.

O apoio técnico oferecido pela EBDA será realizado com visitas periódicas as propriedades, e os técnicos orientarão aos produtores as melhores práticas para o manejo das culturas produzidas em suas propriedades.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108180 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]