De Juazeiro, Anderson Vilas Boas envia correspondência para o JGB protestando, ele afirma que concurso para professor do Estado possui erros

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Olá amigos do Jornal Grande Bahia, eu sou professor formado e venho em nome de vários colegas da região expressar nossa indignada e humilde opinião sobre o concurso para professor do ESTADO que ocorreu em janeiro. Veja só o que está acontecendo nesse “farsante” concurso público..

O concurso foi realizado através de uma prova com 50 questões objetivas e apenas 03 discursivas sendo que o resultado final seria a SOMA DAS DUAS. Centenas de professores que ganham um mísero salário e que sonham ser funcionários públicos na docência um dia, quase que fecharam a prova objetiva, porém por uma cláusula do EDITAL podem ser excluídos do resultado final, pois esse afirma que quem tirar menos de 15 pontos de um total de trinta na PROVA DISCURSIVA será eliminado. PROVA DISCURSIVA É SUBJETIVA, CLASSIFICATÓRIA E NÃO ELIMINATÓRIA!

Novamente repito: o Edital afirma que o resultado final SERÁ A SOMA DAS DUAS NOTAS(discursiva e objetiva), ou seja, o candidato pode acertar 100% na objetiva que estará de fora se não acertar 15 pontos na discursiva, isso é um absurdo! Como pode uma pessoa que está em primeiro lugar na objetiva, em segundo na discursiva e na colocação com a soma das duas (como pede o edital) ficar em primeiro e quando sair o resultado final poderá ficar de fora?

Como pode apenas 3 questões definir a exclusão de um candidato no lugar de 50 outras questões? Na região existirão muitos cargos que não serão preenchidos, pois muitos não alcançaram esse percentual. Isso não é imoral? Saiba que existem centenas de professores indignados em todo o interior, pois dessa forma muitos pólos não alcançarão esses míseros 15 pontos na discursiva mesmo fazendo 100% da objetiva. Qual a intenção desse concurso? Continuar com o REDA o resto da vida tapeando a população e a categoria? Dessa forma o Governo fingirá que faz concurso público!

NÃO QUEREMOS A VAGA DE NINGUÉM, NEM TAMPOUCO SOMOS DESPREPARADOS, DESSA FORMA O GOVERNO NÃO PREENCHERÁ CENTENAS DE VAGAS. APENAS EXIGIMOS QUE A PROVA DISCURSIVA SEJA CLASSIFICATÓRIA COMO SEMPRE FOI!

Em nome de vários professores de toda a Bahia NOS AJUDE DIVULGANDOPELO AMOR DE DEUS, agradeço.

Anderson Vilas Boas, Juazeiro -Bahia

*Por  Anderson Vilas Boas

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114901 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.