Campanha de desarmamento arrecada em uma semana 19 armas no George Américo. Leia esta e outras notícias da PMFS

A campanha de desarmamento promovida no bairro George Américo já arrecadou 19 armas em apenas uma semana.
A campanha de desarmamento promovida no bairro George Américo já arrecadou 19 armas em apenas uma semana.
A campanha de desarmamento promovida no bairro George Américo já arrecadou 19 armas em apenas uma semana.
A campanha de desarmamento promovida no bairro George Américo já arrecadou 19 armas em apenas uma semana.

A campanha de desarmamento promovida no bairro George Américo já arrecadou 19 armas em apenas uma semana. A iniciativa de órgãos governamentais em parceria com ONGs vem sensibilizando a comunidade e conscientizando os populares sobre a necessidade de promoverem a cultura da paz e não à violência.

A mobilização continua por tempo indeterminado em toda cidade, mas no bairro George Américo, considerado um dos que atingem maiores índices de violência, as ações devem permanecer centralizadas por pelo menos mais 15 dias.

Os resultados das ações foram avaliados pela alta cúpula da segurança pública, inclusive da Polícia Federal, durante reunião realizada no bairro George Américo, na tarde de sexta-feira (25/02/2011). “Até então não vi em outra cidade uma campanha tão bem estruturada e bem focada como esta, que a gente possa integrar o movimento e possa ampliar o raio de ação”, observou o superintendente da Polícia Federal, José Maria Fonseca.

O secretário de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Mizael Freitas, observa que a iniciativa é fruto de parceria da Prefeitura com o MovPaz e também as polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal. “O resultado da campanha tem sido muito importante principalmente porque tem sensibilizado a população”, destacou.

Já o dirigente do MovPaz, Clóves Nunes, ressalta que a sensibilização da comunidade para a necessidade de desarmamento vem sendo comprovada com o número de pessoas que estão entregando armas. “O resultado tem superado inclusive o montante de armas que foram recolhidas na sede do movimento. Somente em um dia chegamos a recolher seis armas, o que é um número bastante expressivo, que ainda não tinha sido atingido na cidade”, frisou.

A mesma opinião é do coronel da Polícia Militar, Hélio Godim. “O sucesso da campanha está no trabalho coletivo, na parceria entre a Prefeitura, as polícias, a universidade e as ONGs. E o que percebemos é que tanto o cidadão está entregando suas armas como também está estimulado a aderir à cultura da paz”, destacou.

Dentre as armas recolhidas estão revólveres com calibres 38, 32 e 22, espingardas, carabinas, escopetas e também pistolas. Além disso, também foram recolhidas várias munições, inclusive que estavam em posse de menores. A entrega é voluntária, sendo que a pessoa deve pegar antes o formulário para trânsito de arma e receberá indenização.

Procon solicita adiamento de greve

Suspensão da paralisação por pelo menos 30 dias

A Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) em Feira de Santana solicitou aos médicos cirurgiões de hospitais e clínicas que atendem planos de saúde o adiamento da greve anunciada para ter início nesta terça-feira (01/03/2011). A proposta é de suspensão da paralisação por pelo menos 30 dias, período durante o qual as partes envolvidas devem estreitar as negociações.

A solicitação do Procon, em defesa dos direitos dos consumidores, foi apresentada na última quinta-feira (24/02), durante reunião com as presenças do presidente da Associação dos Hospitais e Clínicas, Marcelo Brito; da diretora do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), Nalva Sapucaia; e do delegado do Cremeb, Aderbal Freitas.

Durante a reunião, foram discutidas propostas para solucionar o impasse entre médicos e planos de saúde. O Ministério Público defende que o atendimento aos conveniados não seja interrompido.

O coordenador do Procon, Rafael Pinto Cordeiro, propõe que haja maior entendimento entre as partes em negociação. “Defendemos o estabelecimento de uma agenda de reuniões para resolver o problema entre médicos, planos de saúde e hospitais. O Procon não vai permitir que o problema venha alcançar os consumidores do município”, frisou.

O presidente da Associação dos Hospitais e Clínicas, Marcelo Brito, confirmou que foi realizado encaminhamento com ajuda do Procon, Ministério Público e do Conselho Regional de Medicina, sugerindo o adiamento da paralização por 30 dias. “Somos a favor desta decisão, mas dependemos dos cirurgiões gerais”, afirmou.

A diretora do HGCA, Inalva Sapucaia, observou que o pedido de prorrogação já era esperado e ressaltou que a greve iria gerar um impacto muito grande para quem tem plano de saúde.

Já o delegado do Cremeb, Aderbal Freitas, defende o direito dos médicos em deflagrarem greve. “Os médicos têm toda razão. Estão reivindicando uma remuneração pelo seu trabalho”.

Prefeitura e Coelba incentivam floristas

Hortas Comunitárias beneficiará dezoito floristas da zona rural

Dezoito floristas da zona rural de Feira de Santana terão condições de produzir flores para comercialização num terreno de 8.600 metros quadrados, situado na área de servidão da Coelba, próximo ao Centro Industrial do Subaé (CIS).

O projeto piloto Hortas Comunitárias será desenvolvido através de parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos, Coelba e Associação de Floristas de Feira de Santana.

Para desenvolver o programa foi perfurado um poço artesiano com vasão de 11 mil litros de água por hora e profundidade de 80 metros. Além disso, toda instalação hidráulica está pronta para atender os floristas numa área de 900 metros quadrados para cada dupla. Na próxima etapa será realizada a ligação da energia e os testes da parte hidráulica.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, Ozeny Moraes, os associados foram pré-selecionados através da Associação dos Floristas. “Alguns deles trabalhavam em suas propriedades. Se o projeto der certo nós vamos fazer outros modelos iguais para ser desenvolvido em outras regiões, como fruticultura e outras culturas. Será um projeto modelo para nossa região”, ressalta.

Em reunião com o secretário e a Associação de Floristas na manhã desta segunda-feira (28), no Paço Municipal Maria Quitéria, o gestor de manutenção da Coelba, Elson Faustino, destacou que a agência está dentro de um projeto permanente para beneficiar a comunidade. “Este programa é de fundamental importância para os pequenos agricultores”, disse.

Presidente da Associação dos Floristas, Francisco de Jesus declara que serão testadas várias espécies de flores, exceto aquelas que dependem de estufa. “Vamos cultivar a Palma de Santa Rita, Angélica, Sorriso e Branquinha. O projeto vai melhorar nossa renda e servir de vitrine para o Município”, considera.

A Prefeitura terá participação no apoio técnico, preparando e corrigindo o solo, além de desenvolver a adubação e o acompanhamento técnico, enquanto a Coelba será responsável pela irrigação e suporte energético nos três primeiros meses. Também esteve presente na reunião o responsável pela empresa que vai desenvolver a obra, a Reforme Manutenção Ltda., Aroldo Freitas.

Coleta de lixo sem alteração na cidade

Empresa Viva Ambiental já assumiu serviço de coleta

A coleta de resíduos sólidos (lixo) domiciliar e público de Feira de Santana não sofrerá qualquer alteração. Desde a madrugada deste domingo (27/02), o serviço está sendo executado pela empresa Viva Ambiental em substituição a Qualix Serviços Ambientais Ltda. – atual Sustentare Serviços Ambientais S/A. A Qualix teve o contrato rescindido com a Prefeitura de Feira de Santana.

A empresa Viva Ambiental assumiu a coleta de lixo da cidade a partir da meia noite. O processo de transição foi acompanhado pelo secretário municipal de Serviços Públicos, Luiz Araújo.

“Todo processo ocorreu de forma muita tranqüila. Tanto o aterro sanitário quanto a operação do serviço foram assumidos pela Prefeitura Municipal e pela nova empresa”, avalia Luiz Araújo.

A coleta de lixo foi executada durante a madrugada por 14 caminhões compactadores, sendo mantido o mesmo roteiro. A pesagem dos primeiros caminhões ocorreu por volta das 3 da madrugada e foi acompanhada por fiscais de Serviços Públicos.

“Está tudo dentro da normalidade. Os veículos assumiram a coleta da cidade a partir da meia noite e o serviço não sofreu qualquer prejuízo”, afirma Luiz Carlos Matos de Almeida, membro da comissão instituída para acompanhar o ato rescisório do contrato.

Nesta segunda-feira (28/02) será solicitada uma nova avaliação ambiental do aterro sanitário. Técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente irão fazer o estudo do local e deverão emitir relatório sobre a situação do aterro.

“Precisamos saber qual a real situação do aterro. Vamos iniciar um novo processo de gestão do local e precisamos de uma avaliação ambiental”, comenta o secretário de Serviços Públicos, Luiz Araújo.

A Guarda Municipal e a Polícia Militar deram suporte ao processo de transição. A rescisão do contrato com a Qualix Serviços Ambientais Ltda. – atual Sustentare Serviços Ambientais S/A levou em consideração diversos fatores, entre eles a existência de um grande número de processos administrativos, em decorrência de deficiência na execução dos serviços, além de sérias dificuldades financeiras e alteração do contrato social sem anuência da Municipalidade.

Escolas municipais ganham mobiliário novo

Proporcionar maior qualidade à infra-estrutura das escolas

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Educação, vai realizar licitação pública para adquirir geladeiras, fogões, frízeres e mobiliário escolar para as unidades de ensino que precisam substituir os equipamentos danificados. O certame vai ser realizado dentro em breve, no sentido de proporcionar maior qualidade à infra-estrutura das escolas.

De acordo com o secretário municipal de Educação, José Raimundo Pereira de Azevêdo, a secretaria vai fazer um levantamento sobre as instituições de ensino que precisam dos novos aparelhamentos e, posteriormente, será publicada a licitação em jornal de circulação local.

“Há escolas com geladeiras e carteiras escolares que precisam ser substituídas. Por isso, a necessidade de licitar estes equipamentos para a rede municipal”, pontua.

O Governo Municipal também tem investido na melhoria da educação substituindo os antigos quadros de giz por quadro branco; trocando o mimeógrafo por computador com impressora e os filtros por condensadores de água, além de instalar ventiladores nas salas de aula que não dispunham do equipamento.

Outro importante reforço para estudantes que cursam o ano letivo 2011 foi a aquisição de cerca de 50 mil kits de fardamento. Todos os alunos ganharam duas camisas, um short, dois pares de meia, um par de tênis e uma mochila.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108297 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]