BNB anuncia R$ 300 milhões para reformas de Hotéis na Bahia

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Representantes do setor hoteleiro da Bahia se reuniram, nesta quinta-feira (10/02/2011), com o secretário de Turismo, Domingos Leonelli, o diretor financeiro do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Paulo Ferraro, e o superintendente estadual do órgão, Nilo Meira, para discutir a melhoria e reforma dos estabelecimentos instalados no estado. Durante o encontro, na sede da Setur, em Salvador, Ferraro, afirmou que a Bahia contará com R$ 300 milhões do fundo para aplicação em modernização, instalação e ampliação de hotéis.

Um dos principais pleitos da classe empresarial é a ampliação do prazo de pagamento dos empréstimos que podem ser concedidos pelo BNB, por intermédio do Programa de Apoio ao Turismo Regional (Proatur). “Gostaríamos que o atual prazo de financiamento oferecido pelo banco saísse de 15 para 20 anos”, explicou o presidente do Conselho Baiano de Turismo, Silvio Pessoa.

A modificação no processo de concessão dos prazos, que é apoiada pelo secretário Domingos Leonelli, depende de uma aprovação do Ministério da Integração Nacional. “Vou levar esse assunto para a reunião da CTI Nordeste, no próximo dia 17, pois é um tema de interesse de toda a região”.

Leonelli defende também que as empresas que obtiverem financiamento apliquem um percentual dos recursos em qualificação profissional. Além do setor hoteleiro, o secretário quer incluir os outros setores do turismo como agências de viagem e empresas de receptivo, no acesso às linhas de crédito oferecidas pelo BNB e outros agentes financiadores.

Para Silvio Pessoa é preciso preparar o setor para receber os visitantes que virão a Salvador assistir a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas, uma vez que a Bahia deve sediar as competições de futebol dos jogos em 2016. “Precisamos ter equipamentos de melhor qualidade. Então, viemos aqui justamente pleitear linhas de crédito e melhores prazos para essas reformas”. Segundo ele, cerca de 30 estabelecimentos já manifestaram o interesse em adquirir uma linha de crédito para melhoria do parque hoteleiro baiano. “Necessitamos inicialmente de R$ 150 milhões, mas depois de isso tudo formalizado, com certeza, triplicará o número de estabelecimentos solicitantes”. Os encargos para micro e pequenas empresas do setor, conforme critérios estabelecidos pelo BNB, serão de 6%. Para as médias empresas, 8,5%, e as grandes empresas, 10%, com o adicional do bônus de pontualidade de 15% fora do semiárido e 25% no semiárido.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109691 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]