Banco do Brasil lucra R$ 11,7 bilhões em 2010 e linha de home equity do BB tem valor de financiamento reduzido O Banco do Brasil alterou de R$

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Banco do Brasil anunciou na manhã desta quinta-feira (17/02/2011) lucro líquido recorde de R$ 11,7 bilhões no ano de 2010. O montante representa crescimento de 15,3% em relação a 2009 e o melhor resultado de sua história. Esse desempenho corresponde a retorno anualizado sobre o patrimônio líquido (RSPL) de 27%. O resultado recorrente alcançou R$ 10,7 bilhões, evolução de 25,4% sobre 2009.

A remuneração aos acionistas no ano somou R$ 4,7 bilhões equivalentes a 40% do lucro líquido (payout). Foram destinados R$ 2,4 bilhões na forma de juros sobre capital próprio (JCP) e R$ 2,3 bilhões em dividendos. O BB alcançou R$ 811,2 bilhões em ativos totais ao final de dezembro, evolução de 14,5% em relação a dezembro de 2009 e de 1,8% sobre o final do trimestre anterior e consolidanda sua posição de maior banco da América Latina em ativos totais.

As receitas financeiras, impulsionadas pela expansão do crédito e pelo desempenho dos negócios, totalizaram R$ 81,2 bilhões no ano, 24,3% superior ao ano anterior. Desse total, as receitas provenientes das operações de crédito somaram R$ 54,2 bilhões, ante aos R$ 41,7 bilhões registrados em 2009, com expansão de 30,1%.

Linha de home equity do BB tem valor de financiamento reduzido

O Banco do Brasil alterou de R$ 100 mil para R$ 20 mil o valor mínimo de financiamento da sua linha de home equity, modalidade de empréstimo pessoal com destinação livre dos recursos que possibilita refinanciamento imobiliário e utiliza o imóvel quitado do cliente como garantia da operação. Essa forma de crédito ficou conhecida no mercado como home equity e consiste na transferência do imóvel para o credor, via instrumento de alienação fiduciária.

A linha do BB Crédito Imóvel Próprio é destinada a clientes pessoa física da instituição, que podem obter financiamento com valores entre R$ 20 mil a R$ 5 milhões. As taxas de juros variam entre 1,75% a 1,92% por mês, mais a taxa referencial (TR). O prazo para pagamento do empréstimo é de 10 anos, com prestações fixas e taxas diferenciadas. O valor do empréstimo pode chegar a 50% do valor do imóvel, que deve ser residencial, urbano, quitado e livre de ônus.

O Banco do Brasil lançou a sua linha de home equity em outubro do ano passado, como parte de suas ações para disseminação das soluções financeiras que promovam o uso responsável do crédito. Como não tem finalidade específica, o BB Crédito Imóvel Próprio é boa opção, por exemplo, para a realização de projetos como reforma ou ampliação da casa própria, compra de um segundo imóvel, pagamento dos estudos dos filhos, viagens, aquisição de bens duráveis e outras despesas pessoais ou profissionais em geral.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111112 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]