Deputado ACM Neto cobra do MPF investigação de contratos do programa Segundo Tempo

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A oposição quer que o Ministério Público Federal (MPF) investigue as denúncias de fraude no programa Segundo Tempo, do Ministério dos Esportes, publicadas no jornal O Estado de S. Paulo. O MPF instaurou ontem uma investigação sobre a aplicação dos recursos do programa no Piauí. A decisão foi tomada pelo procurador-chefe da República no estado, Marco Túlio Lustosa Caminha. A investigação é fruto de reportagem publicada no diário paulista revelando que uma entidade dirigida por membros do PCdoB, partido ao qual é filiado o ministro da pasta, Orlando Silva, recebeu R$4,2 milhões para cuidar do Segundo Tempo, mas abandonou os núcleos esportivos do projeto.

O líder do Democratas na Câmara, ACM Neto, vai protocolar hoje (22/02) representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) pedindo investigação os convênios denunciados. Neto também quer uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). “Não podemos dar um cheque em branco para essas ONGs. Vamos exigir do Ministério dos Esportes explicações em relação à prestação de contas. Essas justificativas apresentadas até agora são superficiais e inconsistentes”, afirmou ACM Neto.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109698 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]