A receita total de 2010 superou em 7,52% a previsão inicial, que era de R$ 483 milhões, diz Wagner Gonçalves secretário da Fazenda de Feira de Santana

Wagner Walter Gonçalves dos Santos, secretário da Fazenda de Feira de Santana.

Wagner Walter Gonçalves dos Santos, secretário da Fazenda de Feira de Santana.

Os números referentes ao último quadrimestre de 2010 das finanças do Município de Feira de Santanaforam apresentados na manhã desta sexta-feira (25/02/2011), na Câmara Municipal, pelo secretário da Fazenda, Wagner Gonçalves. A audiência pública para a prestação de contas foi presidida pelo vereador José Sebastião. A receita total de 2010 superou em 7,52% a previsão inicial, que era de R$ 483 milhões.

A receita realizada no período ficou em R$ 519 milhões. O secretário chamou a atenção para o crescimento da Receita Tributária – referente a ISS, IPTU, e demais impostos municipais – que tinha uma previsão de arrecadação de R$ 73 milhões, e acabou atingindo R$ 81 milhões.

Gonçalves atribui este crescimento ao sucesso da campanha de anistia do Governo Municipal. “Foi um trabalho feito no sentido de melhorar esses números e o objetivo foi alcançado”, destacou. Por outro lado a previsão orçamentária de transferências por parte do Governo do Estado e Governo Federal não foi alcançada. A receita prevista foi de R$ 351 milhões, enquanto a receita alcançada ficou em R$ 346 milhões.

O secretário destacou ainda que o Governo Municipal cumpriu os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal e reduziu o endividamento. “Conseguimos reduzir a dívida fiscal em R$ 25 milhões. Isso demonstra que o Município tem honrado os seus compromissos, os parcelamentos, além da dívida do INSS dos governos anteriores”, frisou.

O vereador Maurício Carvalho destacou o empenho do Governo em alcançar as metas. “O Governo tem se preocupado, tem assumido medidas que visam enxugar despesas, e esse esforço deve ser entendido pelo Legislativo”, pontuou. Também participaram da audiência os vereadores David Neto, Carlos Alberto Rocha, Ângelo Almeida e Eremita Mota.

Cidade Nova ganha agência da Coelba

A população do bairro Cidade Nova e áreas circunvizinhas não precisa mais se deslocar à agência da Coelba situada na Rua Visconde do Rio Branco para resolver serviços como ligação ou religação de energia, parcelamento de dívida e extensão da rede.

Todo o atendimento referente à empresa pode ser efetuado no novo prédio, localizado na avenida Antônio Carlos Magalhães, 193, Cidade Nova. A agência de atendimento da Coelba foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (25/02) e contou com a presença do prefeito Tarcízio Pimenta.

Na oportunidade Tarcizio Pimenta destacou a importância da nova unidade para os moradores do Parque Ipê, George Américo e conjuntos como o Renascer e Parque Violeta.“Investimentos como este são fundamentais para a população, pois facilita o atendimento consideravelmente. A nova unidade é informatizada e possui equipamentos modernos”, ressalta Tarcízio Pimenta.

De acordo com a diretora da Coelba no Município, a agência entrou em funcionamento logo após a inauguração e vai atender em torno de 300 moradores dos sete bairros vizinhos diariamente. O novo prédio possui 70 metros quadrados e vai funcionar das 8 às 16h30.

“Ações como esta visam proporcionar mais comodidade aos clientes, além de ampliar as opções de atendimento e relacionamento com quem procura a concessionária. Estamos ampliando a rede de atendimento em todo o estado e, para isso, investimos mais de R$ 1,8 milhão”, pontua o superintendente da Coelba, Moisés Antônio Sales Filho.

Representante da comunidade, Fátima Fernandes demonstrou sua satisfação com a nova agência. “Agora esperamos que a Coelba possa atender outros bairros e dar continuidade a este serviço”, comenta.

Também estiveram presentes na solenidade o deputado estadual Zé Neto, vereador Luiz Augusto de Jesus e o diretor da Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon), Rafael Pinto Cordeiro.

Rotary Club Feira-Leste completa 106 anos

Rotary Club Feira-Leste completou 106 anos, na última quarta-feira (23/02). Para marcar a passagem foram entregues quatro títulos Companheiro Paul Harris. Foram contemplados, Normando Alves Barreto, Juliano Freitas Souza, Edinaldo de Souza Matos e Helton Marzo Dourado Casaes, em reconhecimento dos serviços prestados.

O prefeito Tarcízio Pimenta ressalta a importância da atuação dos clubes de serviço, a exemplo do Rotary Club. “O serviço prestado pelo Rotary Club é inquestionável. O Governo Municipal aproveita a oportunidade para mais uma vez renovar as saudações aos seis clubes atuantes em Feira de Santana”, disse o prefeito.

O Rotary Club está presente em 216 países, com mais de 1,2 milhões de rotarianos. Em Feira de Santana são seis clubes com 200 rotarianos, sendo seus associados homens e mulheres. Seu principal objetivo é estimular e fomentar o Ideal de Servir, promovendo a melhoria da comunidade e a aproximação dos profissionais de todo o mundo, visando à consolidação das boas relações, da cooperação e da paz entre as nações.

Segundo Hugo Dórea, governador do Distrito 4390 (abrange o Norte da Bahia, Alagoas e Sergipe) de Rotary Internacional, ser rotariano é algo importante no tempo de hoje. “O Rotary é um canal que possibilita as pessoas sonharem por um mundo melhor, transformando seus sonhos em gestos concretos pela melhoria da sua comunidade local como também mundial”, afirma.

Ele acrescenta que “no tempo em que há muita preocupação entre as pessoas, que passam a se isolar cada vez mais, o Rotary busca estabelecer boas relações entre os indivíduos e os povos do mundo”.

Hugo Dórea informa que os rotarianos atuam também como prestadores de serviços humanitários. Em Feira de Santana, eles estão presentes no Centro de Apoio aos Deficientes Visuais, que funciona na Fundação Jonas Teles de Carvalho, localizada na avenida Eduardo Fróes da Mota, além da Escola Rotary, no bairro Capuchinhos.

O Dia Nacional do Rotary foi instituído no País através da Lei Federal nº 6.843, de 03 de novembro de 1980. O Rotary Clube foi fundado pelo advogado Paul P. Harris.

Torre de telefonia tem licença ambiental

A instalação de uma torre de telefonia na rua Bela Vista, Parque Getúlio Vargas, está devidamente licenciada através da portaria n° 008 de 21 de janeiro, conforme as exigências da Lei Complementar de n° 42/2009.

O equipamento foi implantado a uma distância de 15 metros do eixo da torre às residências para evitar danos à população local.

Baseado em dados científicos, o secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Antônio Carlos Coelho, esclarece que a torre não provoca radioatividade ou qualquer dano à saúde, pelo fato de ser eletromagnética.

“A torre fica a uma distância de 15 metros das residências por causa do gerador, que causa poluição sonora”, explica o secretário.

Confira também as notícias da CMFS

Câmara debate cumprimento das metas fiscais do Poder Executivo

A Câmara Municipal de Feira de Santana realizou, nesta sexta-feira (25/02), às 9 horas, Audiência Pública da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização, para avaliar o cumprimento das metas fiscais do Poder Executivo, referente ao 3º quadrimestre de 2010. O evento foi conduzido pelo presidente da referida Comissão, vereador José Sebastião – Bastinho (PRTB), que compôs a mesa ao lado do secretário municipal da Fazenda, Wagner Walter Gonçalves dos Santos, e dos edis David Neto (PMN) e Eremita Mota (PP).

O secretário Wagner Gonçalves iniciou sua explanação, salientando que a Audiência Pública cumpre dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Ela tem o intuito de demonstrar a população e aos representantes do povo nesta Casa, tudo aquilo que vem sendo executado, através dos registros contábeis da Prefeitura sobre a administração das suas finanças e de toda sua área fiscal”, informou.

Na sequência, ele apresentou o quadro da execução orçamentária das receitas e despesas do 3º quadrimestre de 2010, relatório de gestão fiscal, receita corrente líquida, despesa com pessoal ativo, despesa com pensionistas e inativos, limite de endividamento, demonstrativo para garantias e contra garantias de valores, demonstrativo dos limites para operações de crédito, resultado primário, resultado nominal e limite de gastos com Educação e Saúde.

Wagner Gonçalves afirmou que o Município tem honrado com os seus compromissos financeiros. Segundo ele, a mobilização e pressão política dos Poderes Executivo e Legislativo (vereadores e deputados) em torno de Feira de Santana está sendo de extrema importância para a consolidação das contas públicas.

O tema da Audiência Pública também foi debatido pelos vereadores Ângelo Almeida (PT), Maurício Carvalho (PR) e do chefe da Divisão Financeira da Câmara, Hélder dos Santos Bezerra. Dentre os questionamentos, o secretário da Fazenda respondeu sobre dívidas atrasadas com fornecedores, despesas com o programa Saúde Digital, previsão de concurso público para diminuir o déficit previdenciário do Município e implantação da nota fiscal eletrônica em Feira de Santana.

O evento contou ainda com a presença do vereador Carlos Alberto – Frei Cal (PMDB), profissionais de imprensa, servidores da Secretaria Municipal da Fazenda e comunidade em geral.

Câmara discute na segunda-feira projeto que dispõe sobre o táxi-lotação

O vereador Marialvo Barreto (PT) pede a atenção da imprensa feirense para um projeto de lei de sua autoria que deverá entrar em discussão na sessão da próxima segunda-feira (28/02). Trata-se de uma matéria que dispõe sobre o serviço de táxi-lotação, em Feira de Santana. “Peço aos senhores profissionais de comunicação que estejam atentos para essa proposição”, afirmou, em pronunciamento na Casa da Cidadania esta semana.

Uma grande parte dos motoristas de táxi de Feira reivindica, há muito tempo, que seja disciplinado o serviço de táxi-lotação na cidade. A proposta já esteve em discussão em outras oportunidades, no Poder Legislativo, mas não se chegou a uma solução. “Espero que, desta vez, possamos avançar; os taxistas locais necessitam da organização do sistema e a Câmara deve dar sua contribuição”, disse ele.

Roque Pereira elogia trabalho de Ozeny na Secretaria de Agricultura

O trabalho do secretário de Agricultura de Feira de Santana, Ozeny Moraes, foi alvo de elogios por parte do vereador Roque Pereira (PT do B), na Câmara Municipal. Em discurso esta semana, no Legislativo, ele cumprimentou Ozeny por seu desempenho à frente da Secretaria e alertou ao prefeito Tarcízio Pimenta quanto as especulações em torno de uma possível mudança na titularidade da pasta.

“O secretário é um técnico, um homem que conhece as necessidades do campo e mantém um entendimento muito bom com o povo da zona rural. Estou ouvindo dizer que o prefeito pode substituí-lo. Recomendo cautela ao prefeito, para que ele não troque o certo pelo duvidoso. O prefeito não deve jogar no escuro”, alertou.

Angelo alerta para proximidade de para revisão do Plano Diretor

Está encerrando o prazo legal para que os municípios brasileiros criem ou façam a revisão do Plano Diretor e Feira de Santana ainda não está adequada à lei. A advertência é do vereador Angelo Almeida (PT), que cobrou, mais uma vez, agilidade do corpo técnico da Prefeitura, no sentido de que seja apresentado o projeto para apreciação do Legislativo.

“Em 11 de julho, teremos o fim do prazo estipulado pelo Governo Federal para que os municípios promovam a obrigatória revisão do Plano Diretor, para aqueles que já contam com um e precisam atualizar. Os que não têm o Plano Diretor precisam criar”, afirmou o vereador. Segundo ele, são grandes os prejuízos para quem não cumprir a determinação. Angelo tem sido um cobrador insistente da revisão do Plano Diretor feirense, que considera instrumento crucial para o desenvolvimento ordenado do Município.

O líder da bancada governista na Câmara, Maurício Carvalho (PR), ouviu atentamente o pronunciamento do colega e concordou com o ponto de vista sobre a importância da revisão do Plano Diretor local. O petista elogiou a atitude do colega, de reconhecer que Feira de Santana necessita apressar a medida.

Vereadores de oposição cobram “reciprocidade” dos governistas em votação de matérias de interesse social

Dois projetos de origem do Poder Executivo foram aprovados esta semana, pela Câmara Municipal, contando com a unanimidade dos votos, inclusive dos quatro vereadores de oposição. O líder governista Maurício Carvalho (PR) considerou importante a sensibilidade dos seus pares, em especial dos oposicionistas, para a relevância das matérias.

O vereador Carlos Alberto Costa Rocha – Frei Cal (PMDB) um dos integrantes da bancada de oposição, afirmou que o bloco, ao votar favorável aos projetos do Poder Executivo, mesmo tramitando em regime de urgência, demonstra a disposição de contribuir com o Município, independente de questões político-partidárias.

O petista Marialvo Barreto, também da bancada da minoria, advertiu aos governistas para a necessidade de que a recíproca seja verdadeira. “Queremos ver se os vereadores da base de sustentação do prefeito, em matérias de interesse social apresentados pelos vereadores de oposição, vão ter a mesma boa vontade que estamos demonstrando agora”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]