ONU pede investigação sobre morte de jornalista chinês

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Sun Hongjie morreu 10 dias após ter sido espancado por vários homens na província de Xinjiang; ele trabalhava como repórter do jornal Beijiang Chenbao.

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, pediu às autoridades da China que investiguem a morte de um jornalista no país.

Sun Hongjie morreu em 28 de dezembro, 10 dias após ser espancado por vários homens numa construção. O crime ocorreu em Kuitun, na província de Xinjiang, no nordeste da China.

Coma

Hongjie trabalhava para o jornal Beijiang Chenbao como repórter especial.

O jornalista morreu no hospital após permanecer em estado de coma por mais de uma semana.

Segundo agências de noticias, ele tinha 38 anos e fazia matérias investigativas. O jornalista foi agredido ao chegar ao local da construção na noite de 18 de dezembro. De acordo com testemunhas, ele tinha um encontro com uma pessoa que seria entrevistada.

Sun Hongjie foi espancado por seis homens e morreu por causa da gravidade dos ferimentos na cabeça.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121698 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.