Montadora francesa Renault vítima de espionagem industrial

A Renault S.A. é uma empresa francesa, responsável pela fabricação de veículos, fundada em 25 de fevereiro de 1899 por Louis Renault. Produz desde automóveis pequenos e médios, vans, ônibus e caminhões.A Renault S.A. é uma empresa francesa, responsável pela fabricação de veículos, fundada em 25 de fevereiro de 1899 por Louis Renault. Produz desde automóveis pequenos e médios, vans, ônibus e caminhões.


Três executivos do construtor automobilístico francês, entre eles um membro da direção, são suspeitos de ter revelado a um concorrente informações estratégicas sobre o carro elétrico, um projeto super secreto do grupo.

A direção da francesa Renault informou nesta quinta-feira que os três executivos da empresa foram suspensos, enquanto o caso é investigado internamente. Eles poderão sofrer sanções disciplinares se for comprovada a espionagem industrial.

Os suspeitos trabalham em setores estratégicos e seriam cúmplices na venda de informações ao exterior. As investigações levam a crer que os executivos venderam a um concorrente ou fornecedor da Renault dados sigilosos sobre um motor de carro elétrico em desenvolvimento ou sobre uma bateria elétrica.

O caso é inédito na empresa e prejudica seus interesses estratégicos. A Renault, em parceria com a japonesa Nissan, quer se tornar líder mundial na fabricação do carro elétrico. A expectativa é que, em dez anos, o produto represente 10% das vendas da empresa. O grupo investiu no projeto um total de 4 bilhões de euros, cerca de 9 bilhões de reais.

Nos próximos dois anos, serão lançados no mercado internacional quatro veículos elétricos da Renault, que já têm até nome: o utilitário Kangoo, o carro familiar Fluence, o compacto Zoé e o microcarro Twizy. Na França, a Renault e a Peugeot Citroën foram as primeiras a registrar patente do carro elétrico.

A bateria elétrica é outro produto que suscita uma concorrência mundial feroz. Junto com a Nissan, a Renault investiu 1,5 bilhão de euros, cerca de 3 bilhões e meio de reais, para ser capaz de produzir, por ano, a partir de 2013, baterias para 500 mil carros elétricos. O mercado também é disputado por chineses, coreanos, japoneses, americanos e alemães.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]