Flu de Feira : Planejamento feito com base no equilíbrio

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O treinador do Fluminense de Feira, Luiz Carlos Cruz, observa que o planejamento traçado para a temporada 2011 foi feito em cima de prioridades. Mas revela que o mais difícil foi conseguir trabalhar para encontrar o equilíbrio dentro da esfera financeira traçada pelo clube, não abrindo mão da qualidade.

“Ao planejar essa competição tivemos algumas medidas emergenciais. A primeira era o nosso CT em termos de estrutura. Depois tínhamos a situação de definir o elenco, a partir daí quais jogadores iríamos trabalhar. Chegamos a 27, sendo 17 oriundos da base ou que permaneceram, e 10 novos contratados. Então chegou-se a um equilíbrio dentro de uma esfera financeira que foi traçada pela diretoria e agora é trabalhar”.

Ele diz que o período de trabalho até a estréia do time no Campeonato Baiano, no dia 16 de janeiro, não é o ideal. “Mas devemos trabalhar com o que temos”, acrescenta Cruz. O treinador diz que buscou contratar atletas com experiência no futebol baiano, mas dentro do orçamento traçado pelo clube.

“Isso amarra um pouco, porque você não fica muito competitivo no mercado para trazer jogadores com uma faixa um pouco mais alta. Mas temos que entender que esse é o nosso momento e o Fluminense vem apostando em um planejamento para médio e longo prazo. Todas as contratações passaram pelo crivo de todos”, aponta.

PRETENSÕES

Cruz acredita que o time terá qualidade suficiente para ter grandes pretensões nas disputas. “A diretoria colocou como objetivo chegar as finais do Baiano porque se formos a terceira força teremos a Série D que foi o objetivo não alcançado na Copa Estado e teremos um calendário nacional, e a Copa do Brasil que para o clube em termos de caixa e projeção nacional é muito bom. Além da Copa do Nordeste, que é uma competição que tem muito a crescer e queremos chegar as finais”.

Questionado se o time terá um nível melhor do que da temporada 2010, o treinador preferiu evitar comparações. “Nós teremos um time competitivo, buscaremos uma temporada melhor, a começar pelo Baiano que temos que chegar nas semifinais, é uma prioridade, paralelo teremos aí a Copa Nordeste no primeiro semestre, e nós temos que fazer campanhas melhores que esse ano. Isso não é obrigação. É meta”, finalizou Cruz.

*Com informação ofutebol.com.br

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]