Financiamentos de R$ 573,6 milhões para a Fonte Nova

Antônio Alberto de Oliveira Peixoto.
Antônio Alberto de Oliveira Peixoto.

Petitinga diz ainda que a Desenbahia “vai apoiar o fortalecimento de pequenos e médios negócios que surgirão com os investimentos gerados para a Copa de 2014″. 

A Fonte Nova Negócios e Participações (FNP) assinou contratos de financiamento no valor total de R$ 573,6 milhões, destinados à construção da arena que sediará os jogos da Copa do Mundo Fifa 2014. Com a assinatura dos contratos, a obra seguirá o cronograma previsto, com o início das fundações programado para este mês de janeiro.

O contrato no valor de R$ 323,6 milhões foi firmado com a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), viabilizado pelo programa ‘BNDES Pro Copa Arenas’, e de R$ 250 milhões com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), com recursos provenientes do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste para o Turismo (FNE Proatur).

As duas linhas de financiamento, de acordo com o estabelecido no contrato de Parceria Público Privada (PPP), vão assegurar os recursos necessários para a construção e gastos pré-operacionais da Arena Fonte Nova.

“A assinatura desses dois contratos reforça a solidez e a viabilidade econômica do projeto da Arena Fonte Nova, e demonstra a credibilidade da concessionária Fonte Nova Participações (FNP) junto às instituições financeiras”, diz o diretor financeiro da FNP, Ramilton Machado.

Segundo o presidente da Desenbahia, Luiz Alberto Petitinga, os recursos originários do financiamento entre o Estado e o BNDES serão aportados no Fundo de Desenvolvimento Social e Econômico do Estado da Bahia (Fundese), que é administrado pela Agência de Fomento. “Com a assinatura do contrato, avançamos mais uma etapa importante, garantindo recursos técnicos e financeiros para a construção do estádio”.

Petitinga diz ainda que a Desenbahia “vai apoiar o fortalecimento de pequenos e médios negócios que surgirão com os investimentos gerados para a Copa de 2014″.

O presidente da Fonte Nova Negócios e Participações, Dênio Cidreira, lembra o bom posicionamento da arena em relação aos projetos para a realização da Copa do Mundo no Brasil. “Nosso projeto foi um dos primeiros a ser aprovado pelo BNDES e está, agora, entre os primeiros a contratar financiamentos de longo prazo com duas das mais importantes instituições de financiamento do país”, disse.

Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.