Diário Oficial publica novos valores de ingressos cobrados em unidades de conservação, ingresso pode custar até R$ 33

Vista aérea do Arquipélago dos Abrolhos (Parque Nacional de Abrolhos), Sul da Bahia.
Vista aérea do Arquipélago dos Abrolhos (Parque Nacional de Abrolhos), Sul da Bahia.
Vista aérea do Arquipélago dos Abrolhos (Parque Nacional de Abrolhos), Sul da Bahia.
Vista aérea do Arquipélago dos Abrolhos (Parque Nacional de Abrolhos), Sul da Bahia.

A tabela de preços para a cobrança de ingressos nos parques, florestas nacionais e outras unidades de conservação sob gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) foi reajustada em 10%. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

As unidades de conservação terão um prazo de 180 dias para iniciar a cobrança e devem providenciar a divulgação dos novos valores para o público.

No Parque Nacional do Iguaçu (PR), o ingresso para estrangeiros custará R$ 33. Cairá a R$ 24,75 para turistas de países do Mercosul, a R$ 16,50 para brasileiros e a R$ 3,30 para moradores do entorno.

No Parque Nacional da Tijuca (RJ), o ingresso ao público em geral passará a custar R$ 16 e cairá para R$ 8 na baixa temporada. A alta temporada inclui os períodos de 1º de janeiro a 28 de fevereiro, de 1º a 4 e de 21 a 25 de abril, de 1º de julho a 15 de agosto, de 4 a 7 de setembro, de 9 a 12 de outubro, de 30 de outubro a 2 de novembro, de 13 a 15 de novembro, e de 1º a 31 de dezembro.

O ingresso do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha vale por dez dias e custará R$ 130 para estrangeiros. Brasileiros pagam metade. Ficam isentos moradores de Fernando de Noronha, parentes em primeiro grau de moradores e pessoas a serviço autorizadas.

No Parque Nacional Marinho dos Abrolhos o ingresso custará R$ 54, com desconto de 50% para brasileiros. O preço do ingresso para estrangeiros passará a ser R$ 22 nos parques nacionais de Caparão, Itatiaia, da Serra dos Órgãos e da Serra da Capivara. Para brasileiros custará R$ 11.

O ingresso para estrangeiros vai custar R$ 13 nos parques nacionais da Serra da Canastra, de Sete Cidades e de Brasília. Brasileiros pagam metade. Em todas as outras unidades de conservação, o ingresso custará R$ 5,50 e R$ 11 para quem quiser praticar atividades de mergulho.

No último grupo estão incluídas as trilhas de travessia e áreas de difícil acesso ou remotas. O ingresso para acesso a essas áreas custará R$ 33 para estrangeiros, com desconto de 50% para brasileiros.

O valor dos ingressos nos parques nacionais de Aparados da Serra, da Serra Geral, da Chapada dos Guimarães, da Chapada dos Veadeiros, de Ubajara, da Serra do Cipó e das Emas será cobrado após a implantação do sistema de cobrança.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115110 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.