Prefeitura de Feira de Santana intensifica o apoio à campanha de desarmamento. Leia esta e outras notícias da PMFS

A idéia do encontro é apresentar os trabalhos desenvolvidos em sala de aula com os alunos de quatro e cinco anos, a partir dos livros da coleção Cidade Educadora.

A idéia do encontro é apresentar os trabalhos desenvolvidos em sala de aula com os alunos de quatro e cinco anos, a partir dos livros da coleção Cidade Educadora.

Realização de blitzes integradas a partir do dia 15 

A Prefeitura de Feira de Santana, através do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM),  intensifica o apoio à Campanha do Desarmamento a partir de quarta-feira (15/12/2010), com a realização de blitzes integradas entre a Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal nos bairros com maior índice de violência.
Com a intensificação da campanha, também serão realizadas palestras nas comunidades e escolas, mantida a ronda nos bairros com a distribuição de panfletos educativos, de cópias do Estatuto do Desarmamento – lei que controla o uso de armas de fogo no Brasil -, e divulgada a iniciativa nos meios de comunicação.
A Casa da Paz, situada na rua dos Pacifistas, número 1, Feira V, está recebendo qualquer armamento. Quem fizer a entrega vai receber indenização no valor entre R$ 100,00 e R$ 300,00 a depender do calibre. Não é necessário identifica-se nem dizer a origem da arma.
“Basta tirar uma guia no site da Polícia Federal. A verba é depositada entre 10 e 15 dias e a arma fica no quartel da Polícia Federal, após ser danificada na Casa da Paz presencialmente. Desde janeiro, já foram entregues e danificadas 182 armas”, informa o coordenador do MovPaz, Clóvis Nunes. “A limalha dessa armas está sendo transformada em tubo e material metálico para fazer cadeiras de rodas e camas para hospitais”, acrescenta.
A partir de janeiro será instalado um posto de itinerante pelos bairros que apresentam maior índice de homicídios, das 8 às 17 horas, para coletar os armamentos. Todas estas ações estão inclusas no Plano de Ação Integrada para desarmamento em Feira de Santana e região, que tem o apoio da Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos.
Profissionais do PSF e estudantes capacitados
 
Asma e Hipertensão são temas do evento 
Profissionais que atuam no Programa de Saúde da Família (PSF) e estudantes da área participaram da “I Atualização em Asma e Hipertensão”, realizada pela Secretaria de Saúde, através da Divisão de Vigilância Epidemiológica e do Programa de Asma e Renite (ProAr), na manhã desta sexta-feira (03/12). O evento foi realizado no Auditório João Batista de Cerqueira, na própria Secretaria.
Na abertura do encontro, a pneumologista referência do ProAr, Heli Brandão, ressaltou a importância do tema. “As duas doenças que iremos tratar são de alta prevalência no Brasil, por isso este evento é de grande importância”, destacou.
A primeira palestra versou sobre “O Desafio da Iniciativa Global Contra a Asma no Brasil em Reduzir as Hospitalizações Por Asma em 50% até 2015” e foi ministrada pelo membro do Comitê Executivo da Gina Brasil, Álvaro Cruz. “A asma é uma doença crônica como o diabetes, porém ela se manifesta logo na infância, trazendo uma sobrecarga de sofrimento muito grande ao indivíduo”, declarou.
Conforme dados apresentados pelo palestrante, 22% dos adolescentes feirenses sofrem com os sintomas da asma. Ainda segundo Cruz, em 2007 foram registradas 250 mil mortes por asma no mundo.
O evento contou também com palestras sobre “Inalação Nasal Para Tratamento Simultâneo da Asma e Rinite”, ministrada pelo professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Paulo Camargos. Os professores da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), Armênio Guimarães e Constança Sampaio Cruz, palestraram sobre “Hipertensão Arterial: A Importância do Diagnóstico, Tratamento e Prevenção Precoce”.
“A hipertensão é uma doença que atinge desde o adolescente até o idoso, é assintomática, ou seja, o indivíduo não apresenta sintomas, e o desfecho é uma doença vascular”, revelou Guimarães.
Mostra pedagógica reúne professores
 
Projeto Cidade Educadora tem bons resultados 
Professores municipais da Educação Infantil estão reunidos nesta sexta-feira (03/12), no Centro Comunitário Ederval Fernandes Falcão, no bairro Baraúnas, na I Mostra Pedagógica do Programa Cidade Educadora. A idéia do encontro é apresentar os trabalhos desenvolvidos em sala de aula com os alunos de quatro e cinco anos, a partir dos livros da coleção Cidade Educadora. Foram montados estandes com os materiais confeccionados pelas crianças, após as leituras dos livros da coleção, utilizando papel, sucata, tinta guache e lápis de cera.
Segundo Rosana Vieira, chefe da Divisão de Planejamento e Técnicas Pedagógicas da Secretaria de Educação, a qualidade dos trabalhos expostos demonstra o comprometimento dos professores em trabalhar com os alunos da Educação Infantil.
“Agradecemos ao prefeito Tarcízio Pimenta que foi sensível em adquirir o Cidade Educadora visando a melhoria da Educação Infantil e ao secretário José Raimundo de Azevedo, que não mede esforços em trabalhar”, afirma Rosana.
O programa Cidade Educadora é composto por quatro livros de histórias, quatro de atividades e um diário entregue para cada aluno e inclui também a formação de porfessores e o acompanhamento contínuo por agentes da Editora Aymará.
A diretora do Departamento de Ensino da Secretaria de Educação, Lélia Vitor Fernandes, esteve no encontro representando o secretário José Raimundo. “A cada dia temos a certeza de que a educação em Feira de Santana, na Bahia e no Brasil ainda tem jeito. Temos a certeza de transformar esta cidade em referencial na Educação Infantil. Agradecemos o estímulo dos professores, coordenadores e diretores, além da equipe do Cidade Educadora”, pontuou.
O Cidade Educadora foi implantado pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Educação, no início de agosto.
Caruru de Santa Bárbara para duas mil pessoas 
 
Prato servido no Centro de Abastecimento neste sábado 
O Restaurante Popular do Centro de Abastecimento vai fornecer o tradicional caruru de Santa Bárbara neste sábado (04/12), para comerciantes e frequentadores do local. Estima-se que duas mil pessoas participem das comemorações ao dia da padroeira do Centro de Abastecimento.
Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Magno Felzemburgh, o preparo do alimento ficou a cargo de experientes profissionais. “O profissionalismo e dedicação dos nutricionistas que preparam diversos cardápios diariamente, vão garantir uma boa refeição para as pessoas que participam da festa”, explica.
As comemorações alusivas a Santa Bárbara começam a partir das 5 horas com a queima de fogos, às 9 horas com celebração de missa de ação de graças, às 10h30 com procissão (imagens de Santa Bárbara e São Jerônimo). O caruru será servido gratuitamente no Restaurante Popular ao meio dia.
Para quem é devoto de Santa Bárbara o Centro de Abastecimento é a melhor opção para adquirir os principais itens que compõe o caruru, devido a variedades de produtos com valores acessíveis.
O cento do quiabo pode ser encontrado por R$ 4,00, amendoim por R$ 5,00, castanha por R$ 9,00, camarão de água doce por R$ 1,50, e camarão de água salgada por R$ 3,00. Outro ingrediente importante para finalização do preparo do caruru é o azeite de dendê, vendido por R$ 4,00 o litro.
Santa Bárbara é considerada a divindade dos ventos, raios e tempestades. “Ela foi escolhida como padroeira dos comerciantes do local, por proteger os seus devotos”, afirma o diretor do entreposto, Cláudio Soares. Será a 35ª edição da festa, promovida pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]